Esportes

Torcedores acusados de injúria racial são expulsos do quadro de sócios do Atlético

O Atlético anunciou nesta terça-feira que expulsou os dois torcedores acusados de injúria racial contra um segurança da Minas Arena, Fábio Coutinho, de 42 anos, no clássico contra o Cruzeiro, no último domingo (10), no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Adrierre Siqueira da Silva, de 37, e Natan Siqueira da Silva, de 28, foram desligados do programa sócio-torcedor ‘Galo na Veia’. Ambos prestaram depoimento na Polícia Civil nesta terça.

“O Clube Atlético Mineiro informa que os dois torcedores identificados pela Polícia Civil, acusados de praticar injúria racial no clássico do último domingo, pertenciam ao programa Galo na Veia, embora inadimplentes. De qualquer forma, ambos foram desligados do programa de sócio-torcedor do Clube”, informou o clube em nota.

Em vídeo gravado pelo jornalista Lucas Von Dollinger, Adrierre diz ao segurança “olha a sua cor” durante uma confusão após o clássico entre Cruzeiro e Atlético, nesse domingo (11). “[Quero] pedir perdão ao Fábio Coutinho pela minha atitude impensada. Eu não sou racista, estou completamente arrependido do que falei. Falei em um momento de ânimos exaltados. Aquilo não é da minha índole. Se tiver oportunidade, quero pessoalmente pedir perdão a ele. Tenho parentes que são negros, o meu cabelereiro há dez anos é negro”, argumentou.

Natan é suspeito de chamar o segurança de “macaco”, mas afirma que, na realidade, o insultou de “palhaço” e a palavra foi mal entendida. “Eu tenho irmão negro, pessoas que cortam meu cabelo são negras. Me dou com vários amigos negros. Isso não foi da minha índole”, relatou. “A única coisa que eu tenho que fazer é pedir perdão ao Fábio Coutinho, à equipe de segurança, à nação atleticana, a todos os amantes do futebol e à família dele”, completou.

Natan declarou que a confusão foi pelo fato de que na arquibancada havia idosos e crianças de colo em meio ao gás de pimenta disparado pela Polícia Militar devido a uma briga.

Na noite do domingo (10), o Atlético já havia divulgado uma nota a respeito do episódio e disse esperar que haja o máximo rigor e urgência na investigação dos fatos.

FONTE: ITATIAIA www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close