Esportes

Atlético tem jogador expulso, desperdiça chances e perde por 2 a 1 para o Botafogo

O Atlético chegou à quarta derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro, após perder por 2 a 1 para o Botafogo na tarde deste domingo, no Engenhão, pela 18ª rodada da competição nacional. Os gols da equipe carioca na partida foram marcados por Diego Souza, de pênalti, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Alex Santana, aos 20 da etapa complementar. O atacante Di Santo descontou para o Atlético, aos 47 do segundo tempo.

O confronto foi marcado pela expulsão de Igor Rabello, após o juiz da partida, alertado pelo VAR, marcar pênalti depois de a bola tocar o braço do zagueiro atleticano em uma cobrança de falta. A penalidade resultou no primeiro gol da equipe botafoguense.

Com o resultado, o Atlético cai do sétimo para o oitavo lugar, sendo ultrapassado pelo Bahia. A equipe mineira tem 27 pontos – três a menos que o Internacional, primeira equipe dentro do G6. O Botafogo é o décimo, com 26 pontos.

O Atlético volta a campo no próximo domingo (15), às 11h, contra o Internacional, na Arena Independência, jogo que antecede o confronto pelas semifinais da Sul-Americana, contra o Colón-ARG; a partida de ida, na Argentina, está marcada para dia 19, enquanto a volta será dia 26, em Belo Horizonte. Já o Botafogo enfrenta o Ceará no sábado (14), às 21, no Castelão.

O jogo 

O Atlético começou melhor na partida. Logo no primeiro minuto de jogo, Elias teve chance de marcar, mas perdeu o tempo de bola e foi desarmado. A equipe mineira voltou a ameaçar o Botafogo aos 12 minutos, com Cazares, que chutou de fora da área. A bola passou à direita do gol defendido por Diego Cavalieri.

A chance mais clara de gol do Atlético na etapa inicial foi aos 25 minutos, com Ricardo Oliveira, que, após lançamento de Fábio Santos, cabeceou contra a meta adversária. Cavalieri espalmou com a ponta dos dedos, evitando o primeiro gol da partida.

Com posse de bola, mas sem repertório ofensivo, a equipe da casa chegou pela primeira vez aos 29 minutos, com chute de Marcinho, que exigiu uma grande defesa do goleiro estreante Wilson.

Aos 38, após bola perdida por Zé Welison, Igor Rabello teve que parar um contra-ataque do Botafogo com falta e foi advertido com cartão amarelo. Na cobrança da infração, a bola bateu no braço do zagueiro alvinegro. Alertado pelo VAR, o juiz da partida marcou pênalti para o Botafogo e expulsou Igor Rabello.

Com um a menos, o técnico Rodrigo Santana sacou o atacante Ricardo Oliveira para a entrada do zagueiro Leonardo Silva.

Diego Souza cobrou a penalidade aos 44 minutos e colocou o Botafogo na frente do placar. O atacante bateu forte no canto direito de Wilson, que acertou o lado, mas não conseguiu evitar o gol botafoguense.

No segundo tempo, apesar de jogar com um a menos, o Atlético teve chance de marcar. Aos 8 minutos, o gol quase veio após cobrança de escanteio. Leo Silva desviou de cabeça e a bola bateu na trave.

A resposta da equipe da casa veio aos 20 minutos. Em um contra-ataque, Alex Santana recebeu um lançamento e ganhou na corrida de Fábio Santos, saindo cara a cara com Wilson. O volante chutou alto, sem defesas para o goleiro atleticano, e marcou o segundo gol do Botafogo.

O Atlético voltou a ter chances de marcar, mas não soube ser efetivo. Aos 31 minutos, Chará perdeu uma incrível oportunidade após finalizar de dentro da pequena área.

No fim do jogo, Di Santo marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra e descontou para o Atlético. A equipe mineira ensaiou uma pressão, mas não conseguiu empatar o confronto.

Botafogo 2 x 1 Atlético

Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando (Gustavo Bochecha), Carli, Marcelo Benevenuto e Gilson; Cícero, João Paulo (Leonardo Valencia) e Alex Santana; Marcinho, Luiz Fernando e Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca

Atlético: Wilson; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair; Elias, Vinícius, Cazares e Chará (Di Santo); Ricardo Oliveira (Leonardo Silva). Técnico: Rodrigo Santana

Gols: Botafogo – Diego Souza (44’/1°T) e Alex Santana (20’/2°T)  Atlético – Di Santo (47’/2ºT)

Cartões amarelos: Rever e Fábio Santos (Atlético); Carli, Fernando, Marcelo Benevenuto  e Luiz Fernando (Botafogo)
Cartão vermelho: Igor Rabello (Atlético)

Motivo: 18ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 8 de setembro de 2019, domingo, às 16h
Local: Estádio Nilton Santos ‘Engenhão’, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS).

FONTE: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close