Saúde

Dia do Sexo: especialista alerta que jovens estão menos interessados em relações sexuais

Dia seis do mês nove. Não por acaso, esta foi a data escolhida para celebrar o Dia Mundial do Sexo. Para os leigos, a numerologia faz alusão a uma posição sexual. Os benefícios da prática são vários: melhora da pele, do humor e do sistema cardiovascular, além de liberar endorfina, substância que aumenta o bem-estar.

Contudo, no dia em que a prática intrínseca à humanidade é destaque, a sexóloga Stany de Paula alerta: os jovens estão tendo uma vida sexual menos ativa. Com todos os pontos positivos citados, o que levaria a conhecida geração do milênio a não ter interesse por sexo?

Na avaliação de Stany, ao contrário do esperado, os jovens não estão ligados à realização sexual carnal. Entre os motivos para a queda do interesse, está o aumento do apetite pelo virtual, principalmente com a difusão de pornografia e conversas ‘calientes’ em redes  sociais.

“A pornografia hoje está muito expandida na internet. É muito fácil o acesso. Os jovens não querem fazer muitos encontros, não têm necessidade de fazer compromisso e se relacionar. As relações hoje estão ligadas ao anonimato e à falta de compromisso”, avalia a especialista, que também cita a influência de aplicativos de encontro para a diminuição das interações, já que eles podem tornar as relações superficiais.

Ela chama atenção para os efeitos nocivos que essas relações virtuais podem causar, já que elas tendem a provocar idealizações ilusórias. “Quando a relação chega ao campo da realidade, da verdade, a pessoa vai lidar com várias frustações”, alerta. “Se a pessoa não está preparada, ela vai ter uma experiência sexual negativa.”

Além dos benefícios fisiológicos, a médica diz que as relações sexuais são capazes de influenciar no convívio social.

FONTE: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close