Esportes

Wilson no Atlético: contrato de quatro meses e ‘nenhum centavo’ para o Coritiba

O diretor de futebol do Atlético, Rui Costa, explicou nesta terça-feira a contratação do goleiro Wilson, de 35 anos, junto ao Coritiba. O atleta chegará por empréstimo de quatro meses com os salários pagos pelo Galo e, de acordo com o dirigente alvinegro, o clube paranaense não receberá ‘nenhum centavo’ pela cessão do camisa 1.

“Ele já está fazendo exames em Belo Horizonte. Nós já vínhamos conversando com ele há dez dias”, disse Rui Costa em entrevista coletiva na Cidade do Galo.

“O Atlético não pagou um centavo pelo empréstimo do jogador, que fez muita força para vir pra cá, entendeu que era importante sair do Coritiba e vir para o Atlético. Vamos pagar o salário do atleta. Se ele tiver a performance que nós imaginamos e se ele manifestar interesse em ficar conosco, isso pode ser discutido. Mas, a princípio, o contrato é de quatro meses”, completou.

Sem poder contar com Cleiton, convocado para amistosos da Seleção Olímpica, e Victor, que está em recuperação de uma tendinite no joelho esquerdo, o Atlético conta com apenas o jovem goleiro Fernando, que nunca atuou pelo time profissional. Os outros dois, Michael e Uilson, estão no departamento médico e só voltam a jogar no ano que vem.

“O Atlético tem uma escola de goleiros de altíssimo nível. Não é à toa que temos cinco goleiros aqui e quatro são da base. Mas por essas questões que fogem ao controle do gestor, da comissão técnica e do preparador de goleiros tivemos uma série de ações que impediram que esses goleiros estivessem em sua plenitude”, justificou.

Assim que terminar os exames médicos, Wilson assinará contrato com o Atlético, que terá que correr para registrá-lo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. A intenção é que o reforço seja o titular contra o Botafogo, domingo, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro.

“Provavelmente amanhã (quarta-feira), assina o contrato. É muito provável que esteja à disposição para treinar porque estamos correndo contra o tempo. Há uma mobilização para que ele esteja no BID exatamente para estar à disposição contra o Botafogo. Se ele vai jogar ou não, é uma decisão do Rodrigo (Santana, técnico)”, afirmou Rui Costa.

Rui Costa também explicou qual o critério que o Atlético utilizou para buscar o goleiro do Coritiba. “Porque o Wilson reúne as qualidades para preencher essa lacuna, porque manifestou muita vontade de vir ao Atlético, ele entende que é um crescimento na carreira dele, e porque ele atendeu à nossa proposta de que esse contrato fosse única e exclusivamente de quatro meses. Dificilmente, traríamos um goleiro do nível dele por um contrato desse período”, finalizou.

FONTE: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close