Esportes

De virada, Atlético vence La Equidad no Horto e abre vantagem nas quartas da Sul-Americana

Não era o resultado que o torcedor atleticano esperava, mas a vitória veio. Em jogo com quatro bolas na trave – sendo três do Galo – e um pênalti perdido por Cazares, o Atlético venceu o La Equidad-COL por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira, no Independência, e abriu vantagem no  duelo das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Após um início sonolento, o Atlético foi surpreendido pelos colombianos, que abriram o placar com Camacho em cobrança de pênalti logo aos seis minutos de jogo. O time alvinegro acordou depois dos dez minutos e empatou com Jair ainda na etapa inicial.

O Galo teve a oportunidade de virar o jogo em cobrança de pênalti assinalada pelo VAR, mas Cazares desperdiçou – no rebote, Otero marcou, mas o árbitro de vídeo entrou em ação novamente e anulou por invasão da área. De tanto pressionar, o Atlético conseguiu a virada com Elias em uma bomba de fora da área, aos 35 minutos.

Foi a primeira derrota do La Equidad na Sul-Americana. O time colombiano vinha de quatro vitórias e dois empates.

Para avançar às semifinais, o Atlético poderá empatar o duelo de volta, em Bogotá, na próxima terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília). Derrota na Colômbia marcando pelo menos dois gols (3 a 2, 4 a 3 e assim por diante) também garante a classificação ao Galo pelo gol qualificado como visitante. Vitória do La Equidad por 1 a 0 dá a vaga aos colombianos pelo gol fora de casa. Triunfo da equipe alviverde por 2 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Agora, o Atlético esquece um pouco da Sul-Americana e volta a atenção para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 11h, o time alvinegro recebe o Bahia, no Independência, pela 16ª rodada, em busca da reabilitação após ser derrotado pelo Athletico-PR no último sábado, em Curitiba.

O jogo

O Atlético começou o jogo desligado e foi surpreendido. O time colombiano mostrou logo no primeiro minuto de jogo que não veio a Belo Horizonte somente para se defender. Ethan González acertou uma bomba de fora da área colocando o goleiro Cleiton para trabalhar.

Aos três minutos, Elias errou o chute e acertou a barriga de Motta dentro da área do Atlético. O árbitro não teve dúvida e marcou pênalti. Camacho foi para a cobrança, deslocou Cleiton e colocou o La Equidad na frente no placar no Independência.

Depois de ficar mais ligado e colocar a bola no chão, o Atlético empurrou o La Equidad para o campo de defesa. Criando várias chances, o time alvinegro carimbou a trave duas vezes: em uma cabeçada de Ricardo Oliveira e em um chute de Cazares que o goleiro Novoa ainda tocou na bola antes de ela bater no poste.

Após o início ruim, o Atlético já era melhor em campo e chegou ao empate aos 27 minutos. Cazares levantou na área, Igor Rabello ajeitou para trás e Jair chegou emendando de primeira estufando as redes.

Na pressão, o Atlético parou na trave pela terceira vez. Após escanteio, Réver cabeceou de peixinho, o goleiro Novoa espalmou meio estranho e a bola bateu no travessão e em cima da linha.

Depois de levar três bolas na trave, o La Equidade também carimbou o poste de Cleiton no fim do primeiro tempo em cabeçada de Mahecha no travessão.

No começo da etapa final, o La Equidad ficou com um jogador a menos ao ter o atacante Ethan González expulso após cometer falta em Réver e levar o segundo cartão amarelo.

Com um a mais em campo, o Atlético ainda teve a oportunidade de virar a partida. O VAR viu uma falta do zagueiro do La Equidad no volante Jair dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Mas Fábio Santos tinha acabado de deixar a partida por opção de Rodrigo Santana que colocou Otero no jogo para deixar o time mais avançado.

Sem o cobrador oficial, Cazares foi para a batida e perdeu. O goleiro espalmou e Otero mandou para as redes no rebote. No entanto, o VAR invalidou o gol por invasão da área do meia venezuelano.

Mas a pressão atleticana surtiu efeito e o Galo virou a partida aos 35 minutos em um belo chute de fora da área de Elias.

Atlético 2 x 1 La Equidad

Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos (Otero); Jair (Alerrandro), Elias, Chará (Luan), Vinícius e Cazares; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

La Equidad: Novoa; Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Lima, Mahecha, Motta e Camacho (John García); Palomeque (Matías Mier, Peralta) e Ethan González. Técnico: Humberto Sierra

Motivo: jogo de ida – quartas de final da Copa Sul-Americana
Data: 20 de agosto de 2019, terça-feira, às 21h30
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Camacho (pênalti – 6’/1º), Jair (27’/1º), Elias (35’/2º)

Cartão Amarelo: Jair, Fábio Santos, Vinícius (Atlético); Ethan González, Camacho (La Equidad)

Cartão Vermelho: Ethan González (La Equidad)

Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)
Auxiliares: Milciades Saldivar (PAR) e Roberto Cañete (PAR)
VAR: Daniel Fedorczuk (URU)

Público: 21.919
Renda: R$ 522.090,00

FONTE: ITATIAIA www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close