Esportes

Na estreia de Ceni, Cruzeiro bate o Santos e volta a vencer no Campeonato Brasileiro após 11 jogos

O Cruzeiro comemorou novamente uma vitória no Campeonato Brasileiro após 104 dias ao bater o Santos por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 15ª rodada. O jogo marcou a estreia do técnico Rogério Ceni no time celeste, que havia triunfado anteriormente na competição no dia 5 de maio, pela 3ª rodada, diante do Goiás, no Gigante da Pampulha.

Os gols foram marcados no primeiro tempo por Fred, que também acaba com uma sequência negativa, de 16 partidas sem balançar a rede, e no segundo por Thiago Neves. A Raposa foi ofensiva, como queria o torcedor, comandou o jogo do início ao fim e aproveitou a expulsão do zagueiro Gustavo Henrique, do Peixe, nos minutos iniciais.

O time celeste sai da 17ª para a 16ª posição, com 14 pontos. Os alvinegros permanecem em primeiro, com 32. Na próxima rodada a Raposa enfrenta o CSA, domingo (25), às 19h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O Santos duela com o Fortaleza no mesmo dia, às 16h, na Vila Belmiro.

O jogo

O Cruzeiro entrou em campo com mudanças em todos os setores. Fabrício Bruno substituiu o zagueiro Léo, que está com desgaste muscular. Entre os volantes, Ariel Cabral perdeu o lugar para a improvisação do lateral-esquerdo Dodô. A armação teve David no lugar de Robinho e Thiago Neves no lugar de Sassá. Pedro Rocha começou como centroavante.

Aos 3 minutos, o zagueiro Gustavo Henrique, do Santos, foi expulso por cometer falta em Pedro Rocha e impedir uma chance clara de gol. Mudou a configuração dos dois times. Para recompor a defesa, o técnico Jorge Sampaoli tirou o meia Evandro, colocou o lateral-direito Pará, deslocou o lateral-esquerdo Jorge para a zaga e reposicionou Felipe Jonatan, que é lateral canhoto, mas estava na direita.

O Cruzeiro iniciou a pressão. Dodô arriscou da entrada da área e Éverson espalmou para escanteio aos 13. O técnico Rogério Ceni aproveitou que teve um jogador a mais para deixar o time mais ofensivo: trocou Egídio por Fred. Dodô saiu do meio-campo e foi para a lateral-esquerda. Aos 27, Thiago Neves também deu trabalho ao goleiro alvinegro, que, após defender, contou com a trave para impedir o gol celeste.

Mas aos 43 a Raposa abriu o placar. Thiago Neves lançou Fred, que, de frente para a meta, mandou para a rede. Após a assistência, o meia quase fez aos 46, em novo chute de fora da área que o goleiro adversário defendeu com esforço. O único bom ataque do Santos foi aos 51, em chute de Carlos Sánchez que Fábio mandou para escanteio.

Sampaoli voltou a deixar os visitantes com dois zagueiros: no intervalo, tirou Pará e colocou Luiz Felipe, acabando com a improvisação de Jorge. Um dos melhores no primeiro tempo, Thiago Neves começou o segundo a todo vapor. Em um minuto, recebeu de Fred na meia-lua e chutou forte, rasteiro, no canto esquerdo, para marcar mais um para o time celeste.

O Cruzeiro fez após Dedé sentir dores na perna direita e dar lugar a Cacá, aos 7, o que deixou a equipe com a zaga totalmente reserva. O time celeste seguiu encurralando o Peixe. Aos 11, Henrique arriscou e a bola passou perto após desvio. Um minuto depois, Orejuela parou em Éverson. A Raposa quase fez com Pedro Rocha, na pequena área, com o goleiro batido, mas o atacante estava desequilibrado e chutou para fora. Fred só não fez mais um porque Jorge tirou em cima da linha, aos 36. Ainda houve uma defesa de Éverson aos 45, após chute de Pedro Rocha.

Cruzeiro 2×0 Santos

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio (Fred); Henrique, Dodô, David (Robinho), Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha. Técnico: Rogério Ceni

Santos: Everson; Felipe Jonatan, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Evandro (Pará) (Luiz Felipe), Carlos Sánchez (Alison), Derlis González e Eduardo Sasha; Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli

Gols: Fred (43’/1ºT) e Thiago Neves (1’/2ºT)
Cartão vermelho: Gustavo Henrique (Santos)
Cartões amarelos: Fred e Thiago Neves (Cruzeiro)

Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 18 de agosto de 2019, domingo, às 16h
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael das Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)

FONTE: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close