Esportes

Cruzeiro vacila na defesa e perde para o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre

Em jogo decidido em vacilos do setor defensivo, o Cruzeiro foi derrotado pelo Internacional por 3 a 1, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela quarta rodada do Brasileirão. Nonato, Guerrero e Rodrigo Moledo marcaram para os donos da casa. Dedé fez o gol celeste. Foi a segunda derrota da Raposa na competição (a primeira foi 3 a 1 para o Flamengo). O time celeste não vence longe de Belo Horizonte pela competição há 15 jogos. O último triunfo foi contra o Ceará, no dia 3 de junho de 2018: 1×0 no Castelão.

O Cruzeiro fez um jogo de igual para igual com o Inter, sendo melhor em vários momentos da partida. No entanto, bobeou na defesa e pagou caro. Dois gols do Inter foram de rebotes que poderiam ser cortados. Além disso, o segundo tento colorado nasceu de um erro de saída do lateral Edílson, que ainda foi expulso no fim da partida. Com a derrota, a Raposa caiu para a10ª posição, com 6 pontos. Mesmo número do Inter, que ocupa o oitavo lugar.

Disputado 

O equilíbrio predominou na etapa inicial de Cruzeiro e Inter no Beira-Rio. Apesar de ser o visitante, o time celeste foi presença constante no ataque. Tanto que teve a chance de marcar logo no primeiro minuto, quando Fred tocou para Thiago Neves dentro da área, mas o meia chutou para fora, com perigo.

O Inter também buscava o gol, especialmente com D’Alessandro e Nico López. Porém, o Cruzeiro parecia mais organizado em campo e voltou a assustar aos 20 minutos, após Jadson chutar da entrada da área.

Apesar do domínio celeste foi o Inter que abriu o placar, aos 31 minutos. Guerrero cobrou falta na barreira, a bola enganou Fábio, bateu na trave e voltou para Nonato, sozinho, cabecear para o gol. A resposta da Raposa foi rápida. Thiago Neves cobrou falta na área e encontrou Dedé livre para empatar com o pé direito: 1 a 1 aos 35 minutos.

Ricardo Duarte/Inter

Segunda etapa

O segundo tempo também começou equilibrado, mas um erro do lateral-direito Edílson na saída de bola aos 10 minutos foi fatal. A bola caiu nos pés de D’Alessandro, que passou para Nico López finalizar. Fábio defendeu, Guerrero chutou no rebote, mas Dedé salvou. A bola voltou para D’Alessandro chutar e Dodô salvar. Na quarta tentativa não teve jeito e Guerrero marcou.

O gol mudou um pouco o panorama do jogo para o Cruzeiro, que teve que sair mais para buscar o empate, dando espaço para o Inter contra-atacar. E foi num desses espaços que, aos 20 minutos, Nonato recebeu passe na área e foi derrubado por Dodô. Pênalti que D’Alessandro cobrou para fora.

O erro animou a Raposa, que teve a chance de empatar com Fred, aos 27 minutos. No entanto, o centroavante não aproveitou uma sobra de bola, chutou fraco e Lomba segurou.

O técnico Mano Menezes colocou Sassá, Rodriguinho e David, mas o Inter marcou o terceiro aos 37 minutos e acabou com a chance de reação celeste. No lance, Sobis cobrou falta, a bola explodiu no travessão e sobrou para o zagueiro Rodrigo Moledo marcar.

Próximos jogos

O time celeste agora foca as atenções nas duas partidas fora de casa contra o Fluminense. A primeira será quarta-feira, às 21h30, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. A segunda será sábado pelo Brasileirão. Já o Inter receberá o Paysandu pela Copa do Brasil quinta-feira e o CSA, domingo, pelo Brasileirão.

Ficha técnica 

Internacional 3x1Cruzeiro 

Internacional:Marcelo Lomba; Zeca, Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Guilherme Parede); D’Alessandro (Rafael Sobis), Nico López e Paolo Guerrero (Sarrafiore). Técnico: Odair Hellmann.

Cruzeiro:Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Dodô; Lucas Romero e Lucas Silva; Jadson (David), Thiago Neves e Pedro Rocha (Rodriguinho); Fred (Sassá). Técnico: Mano Menezes.

Gols: Nonato (aos 31’1ºT), Dedé (aos 35’1ºT), Guerrero (aos 10’2ºT) e Moledo (aos 37’2ºT)

Cartão vermelho: Edilson (Cruzeiro)

Público presente: 23.416

Público pagantes: 20.673

Renda: R$ 948.310,00

Motivo: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e horário: 12 de maio de 2019 (domingo), às 16h

Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP)

VAR: Thiago Duarte Peixoto (RS)

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close