Esportes

Fábio pega pênalti, faz defesas milagrosas e ajuda Cruzeiro a vencer Ceará no Mineirão

Na estreia em casa no Campeonato Brasileiro 2019, o Cruzeiro conseguiu a reabilitação após perder a invencibilidade na temporada no último sábado. Após falhar na derrota para o Flamengo, o goleiro Fábio foi o protagonista ao defender um pênalti e fazer pelo menos duas defesas incríveis ajudando a Raposa a vencer o Ceará por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela segunda rodada da competição nacional. Thiago Neves marcou o gol da vitória estrelada aos quatro minutos do segundo tempo.

No primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 0 a 0, Fábio pegou pênalti de Ricardo Bueno. No lance, a bola bateu no braço de Lucas Romero que tentava se proteger do chute do adversário. O árbitro Wagner Reway não viu a infração, mas foi alertado pelo VAR, comandado por Heber Roberto Lopes, que ficou atento à nova determinação da Fifa – toda bola na mão é falta, não importando a intenção – que entrou em vigor neste Brasileirão.

Na etapa final, Fábio foi exigido mais duas vezes e correspondeu. Em uma cabeçada de Ricardo Bueno para o chão, o camisa 1 se esticou todo para evitar o gol de empate. Já no fim da partida, após Roger cabecear na trave, Bergson chutou da pequena área e Fábio pegou no reflexo.

Com o resultado, o Cruzeiro conquistou os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. A equipe vinha de derrota por 3 a 1 para o Flamengo, na estreia na competição, no último sábado, no Maracanã. Fábio, inclusive, falhou no primeiro gol dos cariocas aos sair mal do gol após cruzamento.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Cruzeiro seguirá em Belo Horizonte. No domingo, às 16h, o time celeste recebe o Goiás, no Mineirão. Já o Ceará enfrenta o Atlético, sábado, às 21h, no estádio Castelão, em Fortaleza.

O jogo

O Ceará assustou a torcida do Cruzeiro ao criar a primeira oportunidade logo aos três minutos. Leandro Carvalho chutou de fora da área, a bola desviou enganando Fábio e passou rente à trave. A equipe celeste respondeu na sequência. Da direita, Robinho cruzou na área para Fred, que deu um leve desvio, mesmo marcado, mas a bola foi para fora.

Aos 17 minutos, o VAR entrou em ação no Mineirão. Thiago Carleto chutou forte, a bola desviou em Lucas Romero e saiu pela linha de fundo. O lance foi analisado pelo árbitro de vídeo, comandado por Heber Roberto Lopes, que alertou o árbitro de campo Wagner Reway. Ele foi para o monitor, reviu a jogada e marcou pênalti para o Ceará.

Na cobrança, brilhou a estrela de Fábio que caiu no canto esquerdo e defendeu o chute de Ricardo Bueno.

Logo após o pênalti, Marquinhos Gabriel sentiu dores na coxa direita e teve que deixar a partida mais cedo. O técnico Mano Menezes optou pela entrada de David.

O Cruzeiro seguiu em busca do primeiro gol e iniciou uma blitz. Robinho deu linda enfiada de bola para Fred, que dominou e bateu na saída do goleiro, mas foi travado na ‘hora H’ pelo zagueiro do time cearense. Pouco depois, David pegou rebote na área e chutou cruzado, mas a bola passou rente. Na sequência, Edilson arriscou uma bomba de longe, mas parou na trave.

O time visitante chegou a balançar as redes, mas não valeu. Leandro Carvalho chutou, Fábio espalmou para o lado e Ricardo Bueno pegou o rebote e cruzou para Chico completar para o gol. No entanto, no momento da finalização defendida pelo goleiro celeste, Ricardo Bueno foi flagrado em impedimento.

Gol do Cruzeiro e duas defesas sensacionais de Fábio

De tanto insistir no primeiro tempo, o Cruzeiro foi premiado no início da etapa complementar. Após jogada de David pela esquerda, a bola chegou até Robinho na marca do pênalti. O meia-atacante chutou, o goleiro espalmou e, no rebote, Thiago Neves empurrou para as redes: 1 a 0.

ANTILDES BICALHO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após abrir o placar, o Cruzeiro diminuiu o ritmo e passou a esperar mais o Ceará, que não ameaçava. Os constantes passes errados no meio-campo impediam chances de contra-ataque da Raposa.

Depois de passar o segundo tempo todo sem conseguir chegar com perigo ao gol de Fábio, o Ceará obrigou o camisa 1 celeste a trabalhar novamente. Aos 27, Ricardo Bueno se antecipou a Léo e cabeceou para o chão. Fábio se esticou todo para evitar o gol de empate.

No fim do jogo, Fábio salvou o Cruzeiro mais uma vez com uma defesa espetacular. Após escanteio, Roger cabeceou na trave. No rebote na pequena área, Bergson chutou e o goleiro celeste pegou garantindo os três primeiros pontos da Raposa no Brasileirão.

Cruzeiro 1 x 0 Ceará

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Dodô; Lucas Romero, Ariel Cabral (Lucas Silva), Robinho, Thiago Neves (Jadson) e Marquinhos Gabriel (David); Fred. Técnico: Mano Menezes

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto; Fabinho, Auremir e Ricardinho (Fernando Sobral); Chico (Bergson), Ricardo Bueno (Roger) e Leandro Carvalho. Técnico: Enderson Moreira

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 1º de maio de 2019, quarta-feira, às 19h15
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gol: Thiago Neves (4’/2º)

Cartão Amarelo: Lucas Romero (Cruzeiro)

Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Neuza Inês Back (SP)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Público: 17.778 pagantes / 22.667 presentes
Renda: R$ 265.043,50

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close