Esportes

De virada, Cruzeiro é derrotado pelo Flamengo na estreia no Brasileirão e perde a 1ª no ano

Em uma atuação ruim no segundo tempo, o Cruzeiro sofreu a primeira derrota em 2019. Na estreia no Campeonato Brasileiro, neste sábado, contra o Flamengo, no Maracanã, a equipe celeste saiu na frente no placar, mas levou a virada e perdeu por 3 a 1.

Pedro Rocha colocou a Raposa na frente, aos 39 minutos do primeiro tempo. Mas o Cruzeiro nem teve tempo para comemorar. Um minuto depois Bruno Henrique empatou para o Flamengo em uma falha de Fábio, que saiu mal do gol. O atacante rubro-negro virou a partida aos 21 da etapa final. No fim do jogo, Gabigol fez o terceiro e selou a vitória carioca.

O time celeste ainda terminou a partida com um jogador a menos. Titular na vaga de Léo, que sofreu uma indisposição e não pôde atuar, o zagueiro Murilo, que teve uma atuação ruim, foi expulso aos 39 minutos do segundo tempo após fazer falta em Bruno Henrique e levar o segundo cartão amarelo.

A derrota derrubou a longa invencibilidade do Cruzeiro no ano. O time vinha de 22 jogos consecutivos sem perder (21 nesta temporada e um em 2018). Curiosamente, a última derrota da Raposa tinha sido justamente para o Flamengo, no dia 25 de novembro do ano passado, por 2 a 0, no Mineirão, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Cruzeiro volta a campo novamente na próxima quarta-feira (1º), às 19h15, para enfrentar o Ceará, no Mineirão, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Também na quarta, o Flamengo encara o Internacional, às 16h, em Porto Alegre.

Em campo, Flamengo e Cruzeiro escalaram o que têm de melhor e o jogo mostrou muito equilíbrio no primeiro tempo. A marcação era forte dos dois lados e cinco cartões amarelos foram mostrados pelo árbitro gaúcho Anderson Daronco. Na base do contra-ataque, o time celeste tentava incomodar e conseguiu apenas aos 39 minutos, quando Pedro Rocha apareceu livre na frente do goleiro César e tocou com categoria para abrir o placar no Maracanã.

Só que a grande atuação de Bruno Henrique, que dava trabalho aos defensores mineiros, começou a ser coroada com o gol de empate no minuto seguinte. O atacante subiu mais alto do que o goleiro Fábio, que saiu mal de sua meta, cabeceou e completou com a sola para as redes, impedindo o risco de Gabriel tocar de cabeça e ser marcado um impedimento na jogada.

Para o segundo tempo, o Cruzeiro buscou mais a iniciativa, mas encontrava a zaga do Flamengo bem postada. No ataque, Bruno Henrique comandava as ações e o prêmio veio com o seu segundo gol. Aos 21 minutos, William Arão tabelou com Gabriel e cruzou para o atacante finalizar e contar com desvio em Dedé para virar o placar.

O nervosismo passou a tomar conta do Cruzeiro e até o técnico Mano Menezes, com as novas regulamentações sendo implementadas, recebeu um cartão amarelo por reclamação. O zagueiro Murilo foi expulso aos 39 minutos e pouco depois, aos 44, o Flamengo fez o terceiro com Gabriel, aproveitando rebote de um chute de Bruno Henrique que Fábio espalmou.

Com os 3 a 1, a torcida do Flamengo pediu a entrada de Juan e o técnico Abel Braga prontamente atendeu. Everton Ribeiro passou a tarja de capitão ao zagueiro de 40 anos, que foi ovacionado a cada vez que tocou na bola nos três minutos que ficou em campo.

Mas no final, no último lance da partida, Rodrigo Caio se chocou com Dedé em uma disputa de bola pelo alto dentro da área e o zagueiro do Flamengo sofreu uma forte queda. Bateu a cabeça no gramado e desmaiou, sendo acudido rapidamente pelos outros jogadores, especialmente Dedé e Fred. Logo recuperou a consciência e, colocado em uma ambulância, foi levado ao hospital.

Flamengo 3 x 1 Cruzeiro

Flamengo: César; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Everton Ribeiro (Juan), Arrascaeta (Diego), Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Abel Braga

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Murilo e Dodô; Henrique e Lucas Romero (Lucas Silva); Pedro Rocha (Rafinha), Rodriguinho (Thiago Neves) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 27 de abril de 2019, sábado, às 21h
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Gols: Pedro Rocha (39’/1º), Bruno Henrique (40’/1º e 21’/2º), Gabigol (44’/2º)

Cartão Amarelo: Pará, Léo Duarte, Gabriel, Diego (Flamengo); Murilo, Edilson, Lucas Romero, Thiago Neves, Fred, Mano Menezes (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Murilo (Cruzeiro)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Árbitro de Vídeo (VAR): Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes do VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close