Esportes

Na bola aérea, Atlético vence Defensor por 2 a 0 no Uruguai e larga na frente na Libertadores

Levir Culpi tinha tudo para sair do Luis Franzini criticado. Mas sua alteração ‘bizarra’, tirando Ricardo Oliveira para colocar Zé Welison num momento em que o Atlético não conseguia atacar, rendeu frutos e encaminhou a vaga na fase de grupos para o Galo, na Copa Libertadores.

Usufruindo de dois cruzamentos perfeitos, um em cada tempo, o Atlético venceu o Defensor do Uruguai por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (20), pela ida da terceira fase do torneio internacional. Primeiro, gol de Réver em lançamento de falta de Cazares. O equatoriano, jogando como centroavante na vaga do pastor, concluiu de cabeça (coisa rara) um passe perfeito de Patric.

Destaque para a partida do meia-atacante Luan, principalmente na marcação, com desarmes cirúrgicos, e acionamento tranquilo da bola para os colegas melhores colocados. Patric, que quase virou vilão novamente num domínio de bola arriscado na própria área – o jogador do Defensor quase fez o gol -, deixa o estádio Luis Franzini como peça fundamental na vitória.

Quem voltará para Belo Horizonte com a titularidade ameaçada é Yimmi Chará, novamente figura apagada em jogo do Atlético em 2019. A maior contratação da história do Galo, em termos de reais, foi sacado no segundo tempo, pouco depois de Zé Welison pegar o lugar de Ricardo Oliveira e deixar o Atlético ainda mais defensivo.

Num primeiro tempo de várias oportunidades, com Ricardo Oliveira perdendo gol sem goleiro (driblou o arqueiro, chutou bem, mas o zaga tirou) e deixando Luan pra finalizar com açúcar (chute mascado), o Galo voltou muito mal pro segundo tempo e por muito pouco não levou o gol de empate. Antes de fazer o segundo tento da vitória, só havia assustado com Fábio Santos, mal nos fundamentos técnicos e participante de um sistema defensivo com falhas, principalmente na atuação inconsistente de Adilson.

O Atlético terá agora o Villa Nova no domingo pelo Campeonato Estadual, muito provavelmente com time reserva. Depois, encara o Defensor na próxima quarta, às 21h30, no Independência. Um pé e meio na fase de grupos para ter Cerro Porteño, Nacional-URU e Zamora na Libertadores.

FICHA TÉCNICA
DEFENSOR-URU 0X2 ATLÉTICO

Defensor: Gastón Rodríguez; Maurício Gómez, Maximiliano Perg (Ergas), Santiago Carrera, Nicolás Correa e Joaquin Piquerez (Laquintana); Álvaro González, Martin Rabuñal e Gonzalo Napoli; Pablo López (Milán) e Álvaro Navarro. Técnico: Jorge da Silva.

Atlético: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Elias e Adilson (Jair); Luan, Cazares e Chará (Maicon Bolt); Ricardo Oliveira (José Welison). Técnico: Levir Culpi.

Gols: Réver, aos 10’/1ºT; Cazares, aos 32’/2ºT
Arbitragem: Nestor Pitana, auxiliado por Juan Pablo Belatti e Pablo González
Cartões amarelos: Nicolas Correa (DEF); Elias e Réver (CAM)
Público: Não divulgado
Renda: Não divulgado

 

Fonte: Hoje em Dia www.hojeemdia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close