Esportes

Em busca de vaga na fase de grupos, Atlético pega Danubio em estreia na Libertadores

Chegou o dia do jogo mais importante do ano para o Atlético. Em busca de uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores, o time alvinegro estreia na competição continental nesta terça-feira, às 19h15 (horário de Brasília), contra o Danubio, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai, pela partida de ida da segunda fase do torneio.

Acompanhe, a partir das 18h55, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com o 1º Time do Rádio. Narração de Mário Henrique, comentários de Cadu Doné e reportagens de Cláudio Rezende e Álvaro Damião.

Será o primeiro jogo oficial entre as equipes, que se enfrentaram apenas uma vez na história. Há exatos 44 anos, o Atlético goleou o Danubio por 4 a 0 em um amistoso disputado no dia 5 de fevereiro de 1975, no Mineirão.

Como o duelo é eliminatório, o Atlético redobra a atenção para trazer um bom resultado do Uruguai e decidir em Belo Horizonte, no confronto marcado para a próxima terça-feira (12), às 19h15. “É o jogo que esperávamos há tanto tempo. Sabemos da responsabilidade que é jogar uma pré-Libertadores e queremos colocar a equipe na fase de grupos. O caminho é longo, mas nos preparamos para fazer um grande jogo e é com esse intuito que viemos para Montevidéu”, declarou o lateral-esquerdo Fábio Santos.

“É uma fase classificatória. Pressão e ansiedade existem, mas temos que saber controlar tudo isso para focar em fazer um grande jogo aqui. São duas partidas, então é levar uma boa vantagem para lá (Belo Horizonte) é interessante para definirmos em casa”, completou.

O técnico Levir Culpi tem todos os jogadores à disposição e deverá mandar a campo a formação que vinha atuando no começo do ano, com Patric na lateral-direita – apesar da boa atuação de Guga no último sábado na vitória sobre o Guarani – e Réver e Igor Rabello na zaga. O treinador comandou uma atividade com portões fechados nesta segunda-feira, no estádio Campeón del Siglo, no encerramento da preparação atleticana. A dúvida está no meio-campo: Adilson ou Zé Welison formará a dupla de volantes com Elias.

Será a primeira de duas etapas que o Atlético precisará superar para chegar à fase de grupos. Caso passe pelo Danubio, o time alvinegro ainda terá que enfrentar o vencedor do confronto Defensor-URU e Barcelona de Guayaquil-EQU na terceira fase antes de chegar ao Grupo E, composto por Cerro Porteño (PAR), Nacional (URU) e Zamora (VEN).

Até o confronto com o Danubio, o Atlético disputou cinco jogos, todos pelo Campeonato Mineiro. Venceu três (Boa Esporte, URT e Guarani), empatou um (Cruzeiro) e perdeu outro (Tombense), quando acionou uma equipe C, misto de jovens da base e atletas que não vinham tendo muitas oportunidades.

Já pelo lado dos uruguaios, será o primeiro jogo oficial em 2019. Neste ano, o Danubio só disputou amistosos, todos contra equipes uruguaias. Foram quatro partidas, com três vitórias e uma derrota. O time alvinegro bateu Progreso (2 a 1), Rampla Juniors (1 a 0) e Racing (1 a 0) e perdeu para o Liverpool (1 a 0).

Retrospecto

A última vez que o Atlético enfrentou um time uruguaio pela Libertadores foi em abril de 2000, quando perdeu por 1 a 0 para o Bella Vista, na cidade de Maldonado, pela fase de grupos da competição.

Nesta terça-feira, em Montevidéu, o Atlético tentará melhorar o desempenho recente como visitante na Libertadores. Das últimas oito partidas fora de casa na competição, a equipe alvinegra venceu apenas uma, quando goleou o Sport Boys Warnes por 5 a 1, pela fase de grupos em 2017. Houve ainda três empates e quatro derrotas.

O retrospecto do Danubio contra times brasileiros é um alento para o Atlético conseguir voltar a vencer fora de casa na Libertadores. Isso porque a equipe uruguaia perdeu todos os seis jogos disputados diante de brasileiros no torneio e levando pelo menos dois gols em cada partida.

Danubio x Atlético

Danubio: Federico Cristóforo; Sergio Felipe, Renzo Ramires, Ernesto Goñi e Leandro Sosa; Pablo Siles, Gonzalo Montes, Denis Olivera e Leandro Onetto e Carlos Grossmüller; Federico Rodríguez. Técnico: Marcelo Méndez

Atlético: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (Zé Welison), Elias, Luan, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

Motivo: jogo de ida – segunda fase da Copa Libertadores
Data: 5 de fevereiro de 2019, terça-feira, às 19h15
Local: Estádio Luis Franzini, em Montevidéu (Uruguai)

Árbitro: Germán Delfino (ARG)
Auxiliares: Juan Pablo Belatti (ARG) / Maximiliano del Yesso (ARG)

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close