Mundo

‘Quero exprimir a minha dor pela tragédia que atingiu Minas Gerais’, diz o papa Francisco

O sumo pontífice se solidarizou com as vítimas do rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte

O papa Francisco se solidarizou com as vítimas do rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em uma visita ao Panamá, onde acontece a Jornada Mundial da Juventude, o sumo pontífice afirmou que está rezando pelas pessoas atingidas.

“Quero exprimir a minha dor pela tragédia que atingiu o estado de Minas Gerais, no Brasil. Recomendo a misericórdia de Deus à todas as vítimas e ao mesmo tempo rezo pelos feridos e exprimo meu afeto e proximidade espiritual às suas famílias”, afirmou Francisco.

A tragédia de Brumadinho aconteceu na última sexta-feira. O último boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros, na tarde deste domingo, confirmou 37 mortes, 287 desaparecidos, 192 pessoas resgatadas pelos militares.

As buscas foram interrompidas na manhã deste domingo devido ao risco de rompimento Barragem 6 (B6). Por causa disso, foi planejada a retirada de 24 mil pessoas de suas casas, que estavam em perigo. Porém, no início da tarde, a situação no reservatório voltou para o nível 1 de alerta. Com isso, as buscas foram retomadas e os moradores puderam voltar para suas residências.

Antes mesmo de uma hora depois do retorno das buscas,corpos foram encontrados na região atingida pelo mar de lama. Um novo balanço sobre as vítimas deve ser divulgado ainda neste domingo.

Fonte: Estado de Minas  www.em.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close