Esportes

Com show de Ricardo Oliveira e golaço de Cazares, Atlético atropela Boa na estreia em 2019

A estreia do Atlético na temporada 2019 foi do jeito que o torcedor queria. E não poderia ser melhor. Com três de Ricardo Oliveira, o time alvinegro passou por cima do Boa Esporte e goleou por 5 a 0, neste domingo, no Independência, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. Cazares, em um golaço de falta, e Elias, que balançou as redes no fim do jogo com passe de bicicleta de Luan, fecharam o placar a favor do Galo.

Mostrando boas trocas de passes e velocidade para atacar, o Atlético não deu chances ao adversário. O resultado poderia ser ainda maior, já que os comandados de Levir Culpi criaram várias chances de gol e acertaram uma bola na trave com Elias. Luan e Leandrinho também carimbaram o poste, mas as jogadas foram invalidadas pelo árbitro.

Três dos seis reforços estrearam neste domingo. O Atlético entrou em campo com novidades na zaga. Réver e Igor Rabello começaram como titulares. Outras contratações para a temporada, Guga e Jair ficaram como opções no banco de reservas. O volante, que veio do Sport, estreou ao entrar no lugar de Cazares aos 36 minutos do segundo tempo. Já o lateral-direito permaneceu o tempo todo como suplente.

Conforme antecipado pela Itatiaia, o Atlético jogou com uniforme estampando a marca do banco BMG como patrocinador máster. De acordo com a instituição financeira e o clube alvinegro, foi uma ação pontual para a estreia do time em 2019. Na próxima semana, serão divulgados outros detalhes das tratativas da parceria, que irá além do patrocínio.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

A goleada do Galo no Horto superou a aplicada pelo Tupynambás no Villa Nova pela manhã, em Nova Lima. Desta forma, o Atlético fechou a primeira rodada do Mineiro na liderança com três pontos e cinco gols de saldo. A equipe de Juiz de Fora, que venceu por 5 a 1, aparece na segunda colocação, com um a menos no saldo.

O Atlético volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h15, para enfrentar o Tombense, em Tombos, pela segunda rodada do Campeonato Mineiro. No mesmo dia, mas às 20h, o Boa Esporte tentará a reabilitação diante do Guarani, em Varginha.

O jogo

A equipe alvinegra começou com tudo. Logo aos dois minutos, Luan acertou o travessão em cabeçada após dividida com o defensor do Boa na área do time de Varginha. No entanto, o árbitro anulou o lance alegando que o camisa 27 cometeu falta.

Imprimindo forte ritmo de jogo, o Atlético continuou em cima e abriu o placar aos sete minutos. Após bate-rebate na área do Boa, Luan se antecipou ao goleiro, ajeitou para trás e Ricardo Oliveira bateu para o fundo das redes.

Só dava Galo. De longe, Patric arriscou um belo chute obrigando o goleiro Renan Rocha a dar um tapa para escanteio.

Sem dificuldades, o Atlético chegou ao segundo gol aos 25 minutos. Luan recebeu de Cazares na entrada da área e tocou para Ricardo Oliveira no meio da zaga do Boa. O camisa 9 só teve o trabalho de dominar e bater na saída do goleiro.

Em duas oportunidades, o Galo desperdiçou a chance de fazer o terceiro. Primeiro, Elias recebeu sozinho na entrada da área e bateu no canto, mas a bola explodiu na trave. Depois, em rápido contra-ataque puxado por Cazares, o equatoriano deixou Ricardo Oliveira cara a cara com o goleiro, mas o centroavante atleticano chutou em cima de Renan Rocha.

No fim do primeiro tempo, o Boa ameaçou o gol do Atlético pela primeira vez, mas parou em Victor, que fez duas grandes defesas em sequência para impedir que a equipe de Varginha diminuísse o placar.

Se na etapa inicial Ricardo Oliveira perdeu uma chance clara para fazer o seu terceiro na partida, o atacante não cometeu o mesmo erro e guardou no começo do segundo tempo. Aos sete minutos, Luan rolou para Réver na entrada da área. O zagueiro bateu de primeira buscando o canto, mas o goleiro espalmou para o lado. Esperto, Ricardo Oliveira pegou o rebote e estufou as redes marcando o hat-trick no Independência.

Leandrinho, que havia entrado no lugar de Ricardo Oliveira, recebeu pela direita e, de longe, acertou belo chute cruzado no travessão. Mas o árbitro já tinha invalidado a jogada alegando impedimento do atacante atleticano.

Com amplo domínio sobre o adversário, o Atlético não tirou o pé do acelerado e chegou ao quarto gol. E foi um golaço. Cazares sofreu falta próximo à entrada da área e ele mesmo foi para a cobrança. O equatoriano bateu no cantinho, o goleiro Renan Rocha se esticou todo e chegou a tocar na bola, mas ela entrou.

Atlético 5 x 0 Boa Esporte

Atlético: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison (Adilson), Elias, Luan, Cazares (Jair) e Chará; Ricardo Oliveira (Leandrinho). Técnico: Levir Culpi

Boa Esporte: Renan Rocha; Chiquinho Alagoano, Márcio, Fernando Fonseca e Reiner (Denis); Gustavo Henrique, César Sampaio, Gabriel Vieira (Edenilson) e Gindré (James Dean), Kaio Cristian e Jayme. Técnico: Tuca Guimarães

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 19 de janeiro de 2019, domingo, às 17h
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Ricardo Oliveira (7’/1º, 25/1º e 7/2º), Cazares (33’/2º), Elias (43’/2º)

Cartão Amarelo: Elias, Patric (Atlético); Gabriel Vieira (Boa Esporte)

Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Marcyano da Silva Vicente

Público: 21.053 torcedores
Renda: R$ 239.814,00

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close