Economia

Empresa afirma que recebeu todas as aprovações dos órgãos competentes para voltar à atividade

A Anglo American informou na manhã desta sexta-feira que está pronta para retomar as operações de produção de minério de ferro Minas-Rio no Brasil. De acordo com a empresa, todas as aprovações de órgãos competentes foram dadas.

Em março de 2018, um trecho do mineroduto Minas-Rio, da Anglo American, rompeu em dois pontos e os incidentes acabaram lançando 947 toneladas de minério em Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata.

Após o ocorrido, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aplicou cinco autos de infração que totalizaram R$ 72,6 milhões cobrados à empresa. Em agosto deste ano, a inspeção internta de toda a extensão do mineroduto foi finalizada e, em outubro, os relatórios ficaram prontos.

O reinício das operações, informa a Anglo, ocorre após “uma extensa e detalhada inspeção técnica no mineroduto de 529 Km que transporta o minério de ferro”. A empresa alega também que efetuou reparos preventivos em algumas seções da tubulação.
”A inspeção de toda a extensão do mineroduto por meio de dispositivos especializados (‘PIGs’) e a análise dos dados coletados por equipes de especialistas do Brasil e do exterior confirmaram a integridade do duto”, afirma.
Além disso, um trecho de 4 Km de tubulação no qual dois vazamentos de material, “não perigoso” de acordo com a Anglo, ocorreram foram substituídos. Ainda, o ciclo de inspeções de segurança foi reduzido de cinco para dois anos “a fim de garantir a integridade do mineroduto a longo prazo”.
O CEO da Anglo American, Mark Cutifani, afirmou que “A rigorosa análise realizada confirmou a ótima condição do mineroduto, e ainda tomamos uma série de medidas preventivas para assegurar integridade a longo prazo.”
Fonte: Estado de Minas www.em.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close