Esportes

Terceiro melhor ataque da Série A, Atlético termina com vice-artilheiro e 3º melhor garçom

Até a metade do segundo turno, o Atlético detinha a estatística de melhor ataque do Campeonato Brasileiro, e Ricardo Oliveira era o líder de gols da Série A. A queda de rendimento que fez Thiago Larghi ser demitido prejudicou tais números. Mas com o objetivo alcançado, o Galo termina o torneio em sexto, com o vice-artilheiro e o terceiro melhor garçom dos pontos corridos 2018.

Ricardo Oliveira anotou 13 gols, bem distante do artilheiro Gabriel Barbosa (Santos), com 18. Entretanto, o pastor contabilizou também cinco passes que geraram gols dos companhiros. Ou seja, são 18 participações diretas a gol contra 19 de Gabigol (ele soma uma assistência). Neste quesito “gols + assistências”, o primeiro é Dudu. Campeão pelo Palmeiras, o armador deu 15 assistência e balançou as redes sete vezes.

Sobre assistências, o Atlético esteve presente no Top 3 liderado por Dudu. O colombiano Yammi Chará, que chegou só após a parada da Copa do Mundo e realizou 22 jogos, somou sete passes decisivos no torneio. Só Everton, do São Paulo (8) e Dudu (15) ganharam o camisa 11 do Galo. Com uma a menos, Cazares quase brigou pelas três primeiras colocações. O equatoriano somou seis assistências no Brasileirão.

No âmbito geral, Ricardo Oliveira termina 2018 com 22 gols marcados e 9 passes para os companheiros superarem os adversários. Foi o Brasileirão em que mais atuou – 35 jogos, aos 38 anos. Já Cazares fez desta temporada sua mais goleadora pelo Atlético – 11 gols, sendo 30 no total.

 

Fonte: Hoje em Dia www.hojeemdia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close