Esportes

Atlético perde para o Santos na Vila Belmiro e seca Furacão para se manter em sexto lugar

O Atlético perdeu a chance de se classificar neste fim de semana para a Copa Libertadores. A equipe alvinegra perdeu por 3 a 2 para o Santos na noite deste sábado, no estádio Vila Belmiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe ainda tem a possibilidade de perder a sexta posição para o Atlético-PR.

O Peixe abriu o placar no primeiro minuto com Carlos Sánchez, em cobrança de falta, viu a lei do ex prevalecer com Ricardo Oliveira, que empatou aos 16, mas ainda marcou com Felippe Cardoso, aos 33, e Gabriel, aos 36 do primeiro tempo. Na etapa final, os atleticanos diminuíram novamente com o Pastor, aos 7, e foi em busca do empate, mas, mesmo com um jogador a mais desde os 31, não conseguiu. Após a partida, os belo-horizontinos reclamaram de um pênalti não marcado no zagueiro Leonardo Silva.

O Atlético está na sexta posição, com 56 pontos, três a mais que o xará paranaense, sétimo. O Furacão joga neste domingo (25), às 17h, contra o Ceará, na Arena da Baixada. Os mineiros precisam torcer por um tropeço dos rubro-negros que, se vencerem, passam o Galo pelo critério de saldo de gols (hoje, 12 contra 16).

Na última rodada da competição, o Atlético recebe o Botafogo no Independência. O Santos pega o Sport na Ilha do Retiro. Todos os jogos estão marcados para domingo (2), às 17h.

O jogo

Agitadíssima a etapa inicial. Logo no primeiro minuto, em cobrança de falta perto da meia-lua, Carlos Sánchez acertou o canto direito de Victor, que nem reagiu, e abriu o placar. O Atlético respondeu com Ricardo Oliveira, que bateu cruzado e por pouco não empatou, mas o Santos também chegou com perigo. Aos 5, Alison arriscou de longe e Victor fez boa defesa mandando para escanteio.

Fazendo valer a lei do ex, Ricardo Oliveira balançou a rede aos 16. Ele recebeu perto da área, girou e bateu no canto esquerdo de Vanderlei. A bola ainda tocou na trave antes de entrar. A impressão de que o jogo ficaria equilibrado começou a ser quebrada aos 33, quando Felippe Cardoso e Pituca tabelaram e o atacante, na cara do gol, marcou o segundo do Peixe.

Três minutos depois, foi a vez de Gabriel. A defesa atleticana ficou parada e viu o atacante invadir a área após lançamento de Dodô e ampliar o marcador. Os mandantes quase fizeram o segundo aos 46 minutos, mas Sánchez, na cara do gol, mandou por cima.

Segundo tempo

O zagueiro Gabriel só não diminuiu porque Vanderlei mandou para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que dentro de pequena área desviou de barriga e fez mais um aos 7 minutos. A chance do empate veio aos 17, quando Emerson cruzou rasteiro e Elias desviou, mas faltou força para a bola encontrar a rede.

O Galo buscava o ataque, e o Santos o parava com faltas. Tanto é que a equipe levou três cartões amarelos em seis minutos, mas quase chegou a marcar aos 25, parando em defesa importante de Victor. Aos 31, o Atlético passou a ficar com um a mais, após a expulsão do meia Carlos Sánchez, que fez falta dura em Elias.

O técnico Levir Culpi colocou o time para cima ao substituir o volante Matheus Galdezani pelo atacante Alerrandro. Só que, apesar de insistir na frente, o Galo não criou situações claras para empatar.

Santos 3×2 Atlético

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Gabriel (Renato), Felippe Cardoso (Rodrygo) e Derlis González (Copete). Técnico: Cuca

Atlético: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Matheus Galdezani (Alerrandro), Elias, Luan (Lucas Cândido), Cazares e Chará (Terans); Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

Gols: Carlos Sánchez (1’/1ºT), Ricardo Oliveira (16’/1ºT), Felippe Cardoso (33’/1ºT), Gabriel (36’/1ºT) e Ricardo Oliveira (7’/2º)
Cartões amarelos: Gabriel, Dodô, Alisson e Diego Pituca (Santos) Cazares
Cartão vermelho: Carlos Sánchez (Santos)

Motivo: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 24 de novembro de 2018, sábado, às 20h
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Adicionais: Daniel Aloysius Soder (RS) e Roger Goulart (RS)

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close