Brasil

Avenida Vilarinho e estação do metrô ficam alagadas após chuva forte em Belo Horizonte

A forte chuva que atingiu Belo Horizonte no fim da tarde desta quinta-feira e se estendeu até a noite provocou muitos transtornos principalmente para quem transitava na Região de Venda Nova. Devido ao elevado volume de água que caiu em pouco tempo, ruas e avenidas ficaram alagadas. Pelo menos duas pessoas morreram, sendo uma mulher e uma criança de aproximadamente 10 anos.

Atualização: Estação Vilarinho do metrô não está funcionamento na manhã desta sexta-feira. A CBTU  informa que o metrô vai operar com circulação diferenciada nesta sexta, com trens circulando entre as estações Eldorado e Floramar. Neste momento, são 18 estações abertas à população.

A Avenida Vilarinho e a estação de metrô de mesmo nome foram tomadas pela água ilhando quem passava pelos locais.

Vídeo incorporado

Rádio Itatiaia

@radioitatiaia

Avenida Vilarinho fica alagada após chuva que atingiu BH nesta quinta-feira. Ao fundo, a estação Vilarinho do metrô, que também ficou cheia d’água

Carros foram arrastados pela enchente na Avenida Vilarinho.

Vídeo incorporado

Rádio Itatiaia

@radioitatiaia

⛈️☔️CHUVA EM BH: Carros sendo arrastados pela enchente na Avenida Vilarinho, em Venda Nova

227 pessoas estão falando sobre isso

Os trilhos do metrô na Estação Vilarinho onde passam os vagões se transformaram em um rio. O alagamento fez com que o trem ficasse impossibilitado de chegar até a estação, parando na Waldomiro Lobo.

Em nota, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) confirmou que a chuva afetou a operação do metrô no trecho entre as estações Vilarinho e Floramar, que estão fechadas.

“A chuva alagou completamente o trecho, com água chegando à plataforma e carregando boa parte do lixo acumulado na via, que veio parar sobre os trilhos do metrô, impedindo a circulação momentânea dos trens no trecho afetado. A operação de diversos equipamentos também foi afetada pelas chuvas, incluindo: geradores, escadas rolantes, elevadores, entre outros”, diz um trecho da nota.

“Apesar da ocorrência, por ora, 17 estações permanecem abertas à população e os trens continuam circulando entre as estações Eldorado e Waldomiro Lobo. Duas estações seguem fechadas e sem condições de atendimento ao público: Vilarinho e Floramar”, completou a CBTU.

A empresa informou ainda que “equipes de manutenção da CBTU-BH terão que aguardar a melhoria das condições ambientais para iniciarem a execução dos serviços de limpeza de via e reparo da área, na tentativa de retomar a normalidade dos intervalos e o atendimento integral dos serviços no menor tempo possível”.

Esta quinta-feira foi o dia que mais choveu neste ano em Belo Horizonte, segundo a Defesa Civil. No balanço divulgado pelo órgão nesta noite, as regiões mais afetadas são: Venda Nova (84,6 milímetros) e Pampulha (95,4 milímetros).

Outras ocorrências da chuva

Na noite desta quinta-feira, a Defesa Civil de BH foi acionada para pelo menos duas outras ocorrências relacionadas às chuvas que atingiu a capital mineira, ambas na Região da Pampulha. No Bairro Jardim Leblon, um muro caiu na Rua Campo do Meio, 37, enquanto Rua Ximbé, 62, Bairro Braúnas, houve queda de muro e de telhado.

Na Avenida Brasília, em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte, uma árvore caiu em frente ao Banco do Brasil e interdita o lado esquerdo da pista no sentido Frimisa.

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Close
Close