Esportes

Na reestreia de Levir, Atlético joga mal, perde pênalti e é derrotado pelo Fluminense no Rio

Nem mesmo a troca de treinador surtiu efeito no futebol que o Atlético vinha apresentando recentemente. Na reestreia de Levir Culpi, o time alvinegro teve dificuldades para atacar, teve uma oportunidade para abrir o placar no início do segundo tempo em uma cobrança de pênalti, que parou na trave e foi castigado minutos depois com gol do Fluminense, que venceu por 1 a 0, neste domingo, no Engenhão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após um primeiro tempo ruim, o Atlético voltou um pouco melhor e conseguiu encaixar um ataque pela direita com Chará, logo aos dois minutos da etapa final, que resultou em pênalti. O árbitro viu o colombiano sendo derrubado na área pelo goleiro do Fluminense e marcou a falta. Fábio Santos, que até então não havia perdido nenhuma penalidade com a camisa alvinegra, chutou na trave. A bola voltou para o lateral-esquerdo que completou para as redes. Mas, como o poste é um elemento neutro no futebol, o lance foi invalidado por dois toques.

Logo após perder o pênalti, o Atlético ainda desperdiçou chances com Ricardo Oliveira e Emerson antes de levar o gol do Fluminense 15 minutos depois. Após ataque envolvente da equipe carioca, Luciano ficou livre para marcar o gol da vitória do Flu aos 17 da etapa final. O time alvinegro tentou ir em busca do empate, porém mesmo com um jogador a mais nos minutos finais – Matheus Alessandro foi expulso aos 37 por acertar uma cotovelada em Iago Maidana na disputa de bola – não teve forças para balançar as redes.

Com a derrota, mais uma vez o Atlético desperdiçou a chance de aproximar do G4 e manter a distância para o sétimo colocado na briga por uma vaga na pré-Libertadores. A equipe alvinegra permanece em sexto com 46 pontos e pode ver a aproximação do Santos, que tem 42 e entra em campo nesta segunda-feira contra o Internacional, em Porto Alegre. Já o Fluminense se distanciou da zona de rebaixamento e, com 40 pontos, começa a até sonhar com uma vaga no G6.

Na próxima rodada, o Atlético enfrentará o Ceará, segunda-feira (29), às 20h, no estádio Castelão, em Fortaleza. Já o Fluminense visita o Santos, sábado, às 16h30, na Vila Belmiro.

O jogo

O primeiro tempo foi de pouca criatividade. Ricardo Oliveira novamente ficou isolado no ataque, enquanto que o Fluminense ainda sente a ausência de Pedro. As melhores oportunidades foram de tiro de longa distância. O equatoriano Sornoza, de volta ao time, arriscou do meio de campo, mas o goleiro Victor foi buscar.

Apoiado por seus torcedores, o Fluminense foi um pouco melhor e chegou a marcar, mas acabou tendo o gol anulado. Luciano fez linda jogada e tocou para Everaldo. O atacante saiu de frente para Victor e acabou marcando, mas nada valeu.

O Atlético ficou refém de um único lance, aos 42 minutos. Fábio Santos tabelou com Chará e jogou para Ricardo Oliveira. O atacante mandou pela linha de fundo.

No segundo tempo, Chará partiu em velocidade, driblou Júlio César e acabou derrubado dentro da área: pênalti. Fábio Santos chutou e mandou na trave esquerda. A bola voltou, bateu no próprio lateral-esquerdo e entrou. O árbitro acabou anulando pelo dois toques.

Após o susto, o Fluminense acordou, voltou a pressionar a adversário e acabou abrindo o placar. Aos 17 minutos, Luciano deixou para Everaldo. O atacante driblou Victor e devolveu. O ex-corintiano dominou sozinho, levantou a cabeça e mandou para o gol.

O Atlético sentiu o gol e deu mais espaço ao Fluminense, que ainda viu Matheus Alessandro dar uma cotovelada em Maidana e ser expulso. Com um a mais, o time mineiro saiu na pressão, mas não conseguiu buscar o empate.

Fluminense 1 x 0 Atlético

Fluminense: Júlio César; Ibañez (Paulo Ricardo), Gum, Digão; Igor Julião (Dodi), Jadson, Sornoza, Richard, Ayrton Lucas; Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano. Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético: Victor; Emerson, Gabriel, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan (Bruno Roberto), Cazares (Terans) e Chará; Ricardo Oliveira (Denilson). Técnico: Levir Culpi

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 21 de outubro de 2018, domingo, às 16h
Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Gol: Luciano (17’/2º)

Cartão Amarelo: Fábio Santos, Luan (Atlético); Jadson, Paulo Ricardo (Fluminense)
Cartão Vermelho: Matheus Alessandro (Fluminense)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Adicionais: Vinícius Gomes do Amaral (RS) e Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)

Público: 4.130 pagantes / 4.762 presentes
Renda: R$ 811.545,00

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close