Policia

Polícia Civil encontra corpo de grávida que foi asfixiada e teve a barriga cortada em João Pinheiro

A Polícia Civil encontrou na tarde desta terça-feira, perto de um posto desativado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), às margens da BR-040, na cidade de João Pinheiro, na Região Noroeste de Minas, o corpo da grávida de 23 anos que estava desaparecida desde a tarde da última segunda-feira (15). De acordo com a polícia, a vítima foi amarrada em um tronco, asfixiada e teve a barriga cortada.

As investigações começaram depois que uma mulher, que tem problemas mentais e toma remédios controlados, de 40 anos, e o marido dela, de 57, procuraram o Hospital Municipal de João Pinheiro com uma criança recém-nascida afirmando que o bebê era deles. Os médicos do hospital desconfiaram que a filha não fosse da suspeita e pediram que ela fizesse exames, por não aparentar ter ganhado um bebê recentemente. Ela se recusou e os médicos acionaram a polícia. Segundo a polícia, a recém-nascida estava ferida na cabeça e precisou ficar hospitalizada.

Antes do corpo da mãe ser encontrado, a Polícia Civil levou a suspeita do crime para o local onde ela teria visto a desaparecida pela última vez. Populares que estavam na região tentaram linchar a mulher. Os policiais impediram o crime, mas ela ficou bastante machucada.

De acordo com os suspeitos, uma terceira pessoa teria entregado o bebê a eles. A polícia efetuou a prisão preventiva do casal.

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close