Brasil

Criança escreve bilhete após palestra em escola de MT e denuncia pai: ‘Já fui abusada pelo meu pai, isso pode ser denúncia?’

Uma menina de 10 anos escreveu um bilhete após assistir uma palestra na escola onde estuda, em Querência, a 912 km de Cuiabá, denunciando que tinha sido abusada sexualmente pelo pai dela. A denúncia chegou ao Conselho Tutelar, que registrou boletim de ocorrência, nesta terça-feira (18).

De acordo com o que foi relatado à Polícia Civil, no dia 6 deste mês, a direção da escola procurou o Conselho Tutelar e mostrou o bilhete escrito pela vítima depois dela ter participado de uma palestra do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

Após discursar para os alunos, o palestrante sugeriu que, se alguém tivesse alguma dúvida ou pergunta a fazer e estivesse com vergonha, poderia escrever um bilhete e colocar em uma caixinha disponibilizada pelo programa.

A menina então escreveu um bilhete com a seguinte pergunta: “Eu já fui abusada pelo meu pai, isso pode ser denúncia? Sim ou não?”.

A mãe da vítima foi chamada e relatou que, de janeiro a junho deste ano, a filha morou com o pai, em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. Disse ainda que, nas vezes em que falou com a criança por telefone, ela pedia para a mãe buscá-la.

Ainda segundo relatos da mãe à polícia, por meio de ligações telefônicas, a menina dizia que o pai batia nela. Disse também que as conversas entre mãe e filha eram sempre monitoradas ou pelo pai ou pela madrasta.

Porém, apesar de dizer que o pai a agredia e pedir para voltar para a casa da mãe, a criança não havia comentado nada sobre abuso sexual, mesmo quando tinha voltado a morar em Querência.

A mãe relatou ainda que, por várias vezes, perguntou à filha se o pai fazia algo além de bater, mas a menina mudava de assunto e não contava o que realmente tinha acontecido.

A polícia vai investigar o caso.

Fonte: Minas Hoje www.minashoje.com

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close