Esportes

Com muita raça, Atlético vence São Paulo, muda líder e se aproxima do topo

A 23ª rodada do Campeonato Brasileiro conta com dois confrontos direto dos primeiros colocados: Atlético x São Paulo, Internacional x Flamengo. E o resultado mudou a tabela e as esperanças dos times de levantar o troféu nacional. O time alvinegro, último dos 6 times que sonham com o título, fez o dever de casa, desbancou o líder e diminuiu para 8 o número de pontos para o primeiro lugar. Para isso, a equipe entrou ofensiva em campo e resolveu a partida logo nos dez primeiros minutos. Depois, foi só administrar a pressão são-paulina, que se arriscou mais e tentou a todo tempo mudar o placar, mas parou nas boas defesas de Victor e na raça do time atleticano, que também perdeu chances de ampliar.

O JOGO

O Atlético entrou para uma final diante do São Paulo. A surpreendente escolha de Thiago Larghi na escalação do substituto de Chará logo surtiu efeito: Adilson, centralizado à frente da defesa, Galdezani mais avançado com Tomás Andrade à direita e Luan à esquerda deu maiores opções para a bola chegar na área para Ricardo Oliveira.

Aos oito minutos de jogo, a estratégia se converteu em gol. Galdezani cruzou para Ricardo Oliveira testar Sidão, que espalmou para a trave mas não o suficiente para tirá-la do jogo. A bola bateu em Régis e entrou. Gol contra dos são-paulinos, placar aberto para o Atlético. OUÇA O GOL!

Não faltou chances para as equipes mudarem novamente o placar. O Atlético fazia seu dever de casa e, empurrado pela torcida, foi para cima do São Paulo. O tricolor, por sua vez, não se amedrontou e também chegou com boas oportunidades na meta de Victor, que foi superior nas tentativas de empate garantindo o placar a favor dos mandantes.

O São Paulo voltou para o segundo tempo perdendo o jogo e a liderança. De olho no duelo entre Internacional x Flamengo, 2º e 3º colocado até então, o tricolor tomou conhecimento que o colorado ganhava do rubro-negro e, pelo saldo de gols, caía para a segunda colocação. Foi o suficiente para voltar ainda mais ofensivo.

Aos seis minutos, o time reclamou de um possível penalti após a bola bater no braço de Leonardo Silva. Anderson Daronco interpretou que não houve infração e mandou a bola seguir. O Atlético, também com objetivos na partida, não diminuiu seu poder ofensivo, mantendo o duelo “lá e cá”, com bom desempenho das defesas. Enquanto o São Paulo ia para o tudo ou nada para arrancar ao menos o empate, o Atlético fazia boas jogadas no contra-ataque, desperdiçando muitas chances de ampliar o placar.

No fim do jogo, a festa foi da torcida! Empurrando a equipe atleticana em campo, os gritos das arquibancadas ajudaram a segurar o placar e pressionar ainda mais o São Paulo, que chega a sua segunda partida sem vitória.

Com os três pontos, o Atlético se mantém em 6º lugar, agora com 38 pontos, dois a menos que o Grêmio, 5º colocado, e seis a mais que o Cruzeiro, 7º colocado. O São Paulo, por sua vez, perdeu a liderança para o Internacional, que chegou aos 46 pontos do tricolor. Em 3º, o Palmeiras está com três pontos a menos.

O Atlético volta a campo na próxima segunda-feira, fechando a 24ª rodada diante do Atlético-PR, às 20h, no Independência. O São Paulo terá menos tempo de descanso. O Tricolor volta para casa e recebe o Bahia sábado, às 19h, no Morumbi.

Atlético 1 x 0 São Paulo

Atlético: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Matheus Galdezani (José Welison), Tomás Andrade (Leandrinho), Luan (Terans) e Cazares; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

São Paulo: Sidão; Régis (Carneiro), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Lizieiro); Jucilei (Shaylon), Hudson, Nenê, Rojas e Reinaldo; Tréllez. Técnico: Diego Aguirre

Gols: Régis (contra 8’/1ºT)

Cartões amarelos: Luan, Matheus Galdezani e Emerson (Atlético); Reinaldo (São Paulo)

Motivo: 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data e horário: 5 de setembro de 2018, quarta-feira, às 21h45

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Michael Stanislau (CBF-RS)

Adicionais: João Ennio Sobral (CBF-RJ) e João Batista de Arruda (CBF-RJ)

Público: 20.852 presentes
Renda: R$ 312.455,00

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close