Esportes

Em jogo de poucas oportunidades, Atlético arranca empate com Corinthians em Itaquera

O Atlético segue sem vencer o Corinthians em Itaquera. Em partida de poucas chances na arena, na noite deste sábado, o Galo arrancou o empate por 1 a 1 com a equipe paulista, que comemorava 108 anos de existência. O duelo foi válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois gols foram marcados ainda no primeiro tempo. Pedrinho abriu o placar para o Corinthians aos 19 minutos, na única finalização corintiana na etapa inicial. Após chute colocado no travessão, a bola bateu nas costas de Victor e entrou. Falta de sorte do goleiro atleticano. Mas, aos 35, Fábio Santos empatou para o Atlético em cobrança de pênalti.

Após falta cobrada por Cazares da esquerda, Adilson desviou de cabeça para trás e a bola bateu no braço de Gabriel. O árbitro não teve dúvidas e marcou pênalti. O lateral-esquerdo foi para a cobrança e converteu, mantendo 100% de aproveitamento nas batidas de penalidade com a camisa alvinegra.

Mas até o gol de pênalti, o Atlético não havia criado nenhuma oportunidade para balançar as redes. No segundo tempo, Ricardo Oliveira acertou uma bola na trave e quase virou a partida para o Galo na única chance clara do jogo nos 45 minutos finais.

Com o empate, o Atlético amargou o sexto jogo sem vencer na Arena Corinthians. São três empates e três derrotas no estádio construído para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

No Brasileirão, o time alvinegro não sabe o que é vitória há três partidas. São dois empates (Vasco e Corinthians) e uma derrota (Vitória). Com o resultado, o Galo foi a 35 pontos, segue em sexto lugar – se distanciando ainda mais da ponta da tabela – e dá chance de aproximação dos adversários na luta pelo G6. O Corinthians foi a 30 pontos e subiu para a sétima posição.

Na próxima rodada, o Atlético enfrenta o líder São Paulo, no Independência. A partida está marcada para a quarta-feira, às 21h45. Também na quarta, mas às 20h, o Corinthians visita o Ceará, no Castelão.

O jogo

O primeiro tempo foi de poucas emoções em Itaquera. O Atlético encontrou muitas dificuldades para jogar e aceitou a pressão do Corinthians, que tinha maior posse de bola, mas também não conseguia fazer muita coisa.

Porém, na primeira finalização, o time paulista abriu o placar. Aos 19 minutos, Pedrinho arriscou de fora da área, a bola bateu no travessão, voltou nas costas de Victor e entrou. Falta de sorte do goleiro atleticano.

Mesmo após o gol, o Atlético não reagiu e continuou assistindo ao Corinthians em campo. Apesar do maior volume de jogo, a equipe paulista não assustava muito.

Após os 30 minutos, o Atlético passou a incomodar mais no ataque. E aos 34, depois de uma falta cobrada por Cazares para a área corintiana, Adilson desviou de cabeça para trás e a bola bateu no braço de Gabriel. O árbitro não teve dúvida e marcou pênalti para o Galo. Fábio Santos foi para a cobrança e converteu, mantendo 100% de aproveitamento nas batidas de penalidade com a camisa alvinegra.

A equipe atleticana melhorou após o gol e quase virou na sequência, mas Ricardo Oliveira não alcançou o cruzamento de Fábio Santos.

Na etapa final, o duelo ficou mais aberto e o Atlético criou duas boas oportunidades para marcar o segundo gol, mas ficou só no quase.

José Welison acertou uma bomba de longe que passou raspando a trave esquerda do goleiro Walter. Pouco depois, após contra-ataque, Fábio Santos cruzou na medida para Ricardo Oliveira que cabeceou na trave.

Corinthians 1 x 1 Atlético

Corinthians: Walter; Mantuan, Léo Santos, Marllon e Danilo Avelar; Gabriel, Ralf, Araos (Rodrigo Figueiredo), Pedrinho e Ángel Romero (Mateus Vital); Roger (Danilo). Técnico: Osmar Loss

Atlético: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson (Matheus Galdezani), José Welison, Luan (Terans), Cazares e Chará (Tomás Andrade); Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 1º de setembro de 2018, sábado, às 21h
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Gols: Pedrinho (19’/1º), Fábio Santos (pênalti – 35’/1º)

Cartão Amarelo: Leonardo Silva, Adilson, Tomás Andrade (Atlético); Araos (Corinthians)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (CBF-RJ)
Adicionais: Carlos Eduardo Nunes Braga (CBF-RJ) e Pathrice Wallace Corrêa Maia (CBF-RJ)

Público: 29.371 pagantes / 29.609 presentes
Renda: R$ 1.058.954,90

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close