Esportes

Fábio salva o Cruzeiro, defende mais um pênalti e time celeste empata com o Grêmio em Porto Alegre

O Cruzeiro garantiu um ponto importante em Porto Alegre, ao empatar em 1 a 1 com o Grêmio, na casa do adversário, em jogo da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Raposa abriu o placar com Bruno Silva, o Tricolor empatou com Everton, que ainda viu seu companheiro Luan parar nas mãos do goleiro Fábio, que defendeu um pênalti, o quarto na sequência, já que o camisa 1 estrelado havia pegado outras três cobranças do Santos, na Copa do Brasil.

Mesmo com o empate o Cruzeiro ganha uma posição na tabela de classificação, aproveitando da derrota do Corinthians para o Fluminense. A Raposa soma ao fim da 20ª rodada, 27 pontos.

O próximo jogo da equipe celeste está marcado para sábado, contra o próprio Fluminense, que se aproximou da Raposa na classificação. O time carioca, adversário das 21h no fim de semana, no Mineirão, tem 26 pontos.

O Jogo

O Cruzeiro entrou em campo com uma equipe bastante modificada. O técnico Mano Menezes, que negou convite, após ser sondado para assumir o comando da Seleção do Paraguai, deixou peças importantes como os meias Thiago Neves e Robinho, e o volante Lucas Silva, no banco de reservas.

Com uma equipe alternativa, o Cruzeiro, que também não teve o zagueiro Dedé e o volante Henrique, ambos poupados – e sequer viajaram a Porto Alegre -, apresentou um jogo inteligente no primeiro tempo. O time celeste aproximou mais suas linhas defensivas e anulou os pontos fortes do Grêmio nos 45 minutos iniciais.

O time de Mano Menezes dava campo para o adversário e esperava o momento certo de atacar. Após a metade do primeiro tempo a equipe estrelada passou a gostar mais da partida, tanto que teve a primeira boa chance aos 35 minutos.

Ezequiel recebeu na lateral direita e cruzou para o meio da área. Barcos, no meio dos zagueiros, chutou e Paulo Victor salvou o Grêmio.

Antes de abrir o placar, o Cruzeiro também passou um susto, que graças ao zagueiro Murilo não sofreu o gol. Luan Recebeu perto da entrada da área, tirou a marcação e tocou para Ramiro. O volante correu para alcançar a bola, mas Murilo chegou de carrinho para tirar.

E no fim da etapa inicial o gol celeste. Egídio mandou a bola para a área, Barcos desviou de cabeça, e Bruno Silva chutou bonito, no ângulo de Paulo Victor, sem chance para o goleiro gremista: 1 a 0.

“Pela nossa proposta de jogo, não viemos para ficar atrás não. Mas estamos fazendo por onde, não viemos só para ficar aqui atrás só não”, disse o autor do gol estrelado.

No segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho foi audacioso, tirou Léo Moura, lateral, e apostou em um atacante, Jael. E tirou André, centroavante, e apostou no meia-atacante Alisson, conhecido dos mineiros, já que foi revelado no próprio Cruzeiro.

A mudança gerou resultado, já que o Grêmio ganhou mobilidade ainda maior no meio de campo. E o time que já tinha mais posse de bola, aumentou ainda mais esse índice.

Aos 12 minutos segundo tempo, o Grêmio tinha 60% posse de bola, enquanto o Cruzeiro somava 40%. E com esse volume de jogo o gol gremista não demorou a sair.

O relógio marcava 14 minutos, quando Everton, que está em grande fase, fez um golaço. O “Cebolinha”, como é conhecido, dribou bonito o zagueiro cruzeirense Léo, e chutou forte, fazendo a bola morrer no fundo da rede de Fábio: 1 a 1.

O gol animou o torcedor gremista, que empurrou com intensidade o time dentro de campo. Tanto que o segundo tempo foi de amplo domínio do Grêmio, com o Cruzeiro se defendendo demais e atacando de menos.

Aos 37 minutos quase um baque forte no Cruzeiro. Egídio derrubou Alisson na área e o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Mas quem tem Fábio no gol, tem muita chance de defesa no chute penal. E isso aconteceu.

Luan bateu no canto esquerdo do goleiro cruzeirense, que voou rápido para fazer uma defesa plástica. O quarto pênalti seguido defendido por Fábio, que já havia defendido outras três cobranças na partida contra o Santos, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

E o placar da partida terminou em igualdade, muito pela defesa de Fábio em um lance capital nos minutos finais da partida.

GREMIO 1 X 1 CRUZEIRO

Motivo: 20ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Auxiliares: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

Gols: Bruno Silva, aos 44 minutos do primeiro tempo; Everton, aos 14 minutos do segundo tempo

Cartão Amarelo: Ramiro, Everton (GRE); Barcos, Ariel Cabral, Ezequiel (CRU)

Cartão Vermelho: Não houve

Público:

Renda:

GRÊMIO – Paulo Victor; Léo Moura (Jael), Geromel, Kannemann, Bruno Cortez; Jailson (Douglas), Maicon, Ramiro; Luan, Everton e André (Alisson). Técnico: Renato Gaúcho

CRUZEIRO – Fábio; Ezequiel (Robinho), Léo, Murilo, Egídio; Lucas Romero, Ariel Cabral (Lucas Silva); Bruno Silva, Arrascaeta (Thiago Neves), Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes

 

Fonte: Hoje em Dia  www.hojeemdia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close