Esportes

Atlético x Vasco: com promessa de Horto lotado, Galo encara visitante sem vitória no Brasileirão

O Estádio Independência será, pelo terceiro jogo consecutivo, invadido pela torcida do Atlético na noite desta quinta-feira, diante do Vasco, às 20h. A abertura do turno do Campeonato Brasileiro significará, muito provavelmente, o maior público alvinegro em 2018, batendo as marcas alcançadas contra Santos e Internacional, os dois últimos adversários.

Diante de mais de 20 mil pagantes atleticanos, o time de Thiago Larghi entra em campo para a 200ª apresentação na arena, desde que ela foi reinaugurada em abril de 2012. Num momento bastante diferente do Brasileirão do ano passado, quando fez uma das piores campanhas de mandante, o Galo é total confiança para somar mais três pontos. E o Vasco chegou a ser pedra no sapato na maior sequência de derrotas já registradas pelo Atlético no novo Horto (três: Santos, Bahia e o Cruz-Maltino).

Mas, para a versão 2018 do time mineiro, além de ter a quarta melhor pontuação de mandante do Brasileirão, ele irá ter pela frente uma equipe que ainda não venceu fora de São Januário no torneio de pontos corridos. O Vasco contrata Alberto Valentim para ser o terceiro treinador efetivo, substituindo o interino Valdir Bigode.

Nesta ciranda de treinadores, foram sete partidas de visitante no Brasileiro, com quatro derrotas e três empates. Só Bahia, Chapecoense e Paraná estão com rendimento pior.

“Mesmo com o Vasco não estando bem em termos de tabela, é um time grande, de grande torcida e que, tradicionalmente, sempre faz bons jogos contra o Atlético. Então, esperamos dificuldades, mas também esperamos também fazer o nosso melhor jogo, conseguir fazer valer nosso mando de campo”, afirmou o goleiro Victor.

40 VEZES LARGHI
Auxiliar de Oswaldo de Oliveira, Thiago Larghi é mais um caso de sucesso entre as apostas dos clubes brasileiros em técnicos interinos e soluções caseiras. À noite, o jovem comandante atingirá 40 jogos com a batuta, sendo justamente o dobro de partidas que o antecessor permaneceu no Atlético. Em boa fase com diretoria e torcida, Larghi ajudou o Galo a retomar o trilho das vitórias no Horto. Mesmo que para tanto precisou sofrer pressão por conta das derrotas contra Flamengo e Internacional, dois adversários diretos na tabela.

Dos 39 jogos de Larghi no Atlético, 20 foram no Independência, com 12 vitórias, cinco derrotas e três empates. Atual aproveitamento de 65%, ainda longe do que o Independência já representou ao Atlético, mas ainda assim distante das oito derrotas sofridas em 2017.

Fonte: Hoje em Dia www.hojeemdia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close