Esportes

Em jogo com granizo e queda de luz, Atlético perde para Inter e deixa o G4 do Brasileirão

O Atlético levou a pior no confronto direto contra o Internacional pela terceira posição no Campeonato Brasileiro. Em jogo marcado por uma pancada de chuva acompanhada de granizo e falta de luz no Independência, que paralisou a partida por 24 minutos no segundo tempo, o time alvinegro também teve seu momento de apagão quando a bola voltou a rolar, levou o gol e perdeu por 1 a 0, na noite desta segunda-feira. Após o apito final, parte da torcida não gostou do resultado e cantou ‘vergonha, vergonha, time sem vergonha’.

Pouco antes do gol do Inter, o jovem lateral-esquerdo Carlos Gabriel caiu no gramado reclamando de câimbras. Os jogadores alvinegros o cercaram para ajudá-lo. Quando o árbitro autorizou o recomeço do jogo após o atendimento, o time colorado cobrou rapidamente uma falta pegando a defesa atleticana desarrumada. Patrick recebeu o lançamento e ajeitou de peito para Edenílson, que bateu na saída de Victor, marcando o gol da vitória gaúcha aos 56 minutos do segundo tempo (32 da etapa final descontando o tempo da paralisação).

A chuva de granizo atingiu a região do Independência no início do segundo tempo. A primeira paralisação ocorreu aos sete minutos. Dez minutos depois, a partida recomeçou, mas, em seguida, faltou luz no estádio forçando a interrupção do duelo novamente por mais 14 minutos. A bola voltou a rolar aos 31.

Com a derrota, o Atlético caiu para o quinto lugar, com 27 pontos. Já o Inter foi a 32 e se manteve na terceira posição.

Na próxima rodada, Atlético enfrenta o Santos, domingo, às 11h, no Independência. Já o Inter visita o Fluminense, na segunda-feira, às 20h, no Maracanã.

ANTES DA CHUVA

As equipes fizeram um primeiro tempo com poucas chances de gol. Logo no início Pottker, em disputa de bola, bateu com a chuteira sem querer na orelha de Leonardo Silva, que precisou de atendimento médico e no intervalo levou pontos no local.

O Atlético buscava mais o jogo, tocava a bola, mas faltava organização no setor ofensivo. O colombiano Chará era o que mais se movimentava. A melhor chance do time mineiro na etapa inicial veio de um cruzamento errado de Carlos Gabriel, que quase surpreendeu o goleiro Marcelo Lomba.

O Internacional veio para o jogo fechado no campo defensivo. Com marcação atrás da linha de meio de campo, dificultava as ações de ataque do adversário, mas também não criava nada. A única oportunidade criada na etapa inicial veio com William Pottker, que mandou por cima do gol.

DEPOIS DO GRANIZO

No segundo tempo, a partida ficou paralisada por nove minutos por conta de uma chuva de granizo. Os jogadores correram para o banco de reservas enquanto que o gramado ficou branco. Logo depois do reinício, caiu a energia. Os atletas desta vez desceram para o vestiário. A luz demorou 14 minutos para se restabelecer nos refletores e a partida, então, foi recomeçada.

O gelo ainda não havia derretido totalmente e diversas poças d’água dificultavam o toque de bola. Chará tentou se aproveitar e mandou um chute rasteiro para boa defesa de Marcelo Lomba. O Inter respondeu com Nico López, que foi travado na hora do chute. O duelo seguiu movimentado, mais aberto.

Maidana bateu da entrada da área e Lomba mandou para escanteio. López cabeceou e Victor se esticou todo e mandou para escanteio. O Inter, no entanto, conseguiu ser mais preciso na finalização e abriu o marcador. Em uma cobrança de falta rápida, Fabiano lançou para Patrick, que tocou de peito para Edenílson. O meio-campista recebeu no meio de três atleticanos e bateu colocado à esquerda de Victor para colocar o time colorado em vantagem.

O Inter então se fechou em seu campo de defesa. O Atlético saiu desesperado em busca do gol de empate e tentava de qualquer jeito mandar a bola para área do adversário. Luan teve a melhor chance para empatar. Ele aproveitou um escorregão de Victor Cuesta e mandou na trave de Lomba.

Atlético 0 x 1 Internacional

Atlético: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Carlos Gabriel (Lucas Cândido); Zé Welison, Galdezani (Terans), Elias (Nathan), Luan e Yimmi Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Internacional: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e Jonatan Alvez (Rossi) e Nico López (D’Alessandro); William Pottker (Lucca). Técnico: Odair Hellmann

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: segunda-feira, 6 de agosto, às 20h

Gol: Edenilson (56’/2º)

Cartão Amarelo: Iago (Internacional); Zé Welison (Atlético)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Adicionais: Diego Pombo Lopez (BA) e Marielson Alves Silva (BA)

Público: 22.035 torcedores
Renda: R$ 334.995,00

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close