Esportes

Pressionado, Atlético recebe o Paraná para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro

O Atlético recebe o Paraná às 21 horas desta quarta-feira, no estádio Independência, com a obrigação de vencer para não descolar dos primeiros colocados do Brasileirão. Em quinto lugar, com 23 pontos após 14 rodadas disputadas, a equipe mineira vem de duas derrotas seguidas e viu os líderes do torneio abrirem vantagem.

Acompanhe, a partir das 20h, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com o 1º Time do Rádio. Narração de Milton Naves, comentários de Leo Figueiredo e reportagens de Claudio Rezende, Emerson Pancieri e Thiago Reis.

Antes da pausa da competição para a disputa da Copa do Mundo, realizada entre 14 de junho e 15 de julho, o Atlético estava em segundo lugar com  23 pontos, mesmo número do São Paulo, que estava na  terceira posição, e quatro a menos do que o Flamengo, líder do torneio. Por isso, o time entra em campo pressionado.

A equipe carioca se mantém no topo da tabela, agora com 30 pontos, enquanto o São Paulo venceu as duas últimas partidas que fez e já aparece com 29. O Atlético, por sua vez, foi ultrapassado por Internacional e Cruzeiro, e pode sair da zona de classificação para a Copa Libertadores ao final da 15ª rodada.

“Ninguém resolve sozinho. Cada atleta tem sua parcela de contribuição, principalmente no sistema defensivo, e a colaboração de todos faz com que a equipe fique mais forte”, disse Leonardo Silva. O zagueiro vai voltar à zaga titular do Atlético, no lugar de Juninho, após se recuperar de lesão.

“Vou contribuir da melhor maneira para ajudar o time a sofrer menos gols e, com a ajuda de todos, conseguiremos fazer isso. É uma ideia que a gente precisa ter. Para conquista de títulos, cada peça tem sua parcela de contribuição, desde um simples passe até um gol decisivo”, afirmou o zagueiro, que não atuou nas derrotas da equipe para o Grêmio, por 2 a 0, e o Palmeiras, por 3 a 2, ambas fora de casa.

O confronto com o Paraná ainda vai marcar um duelo contra o técnico Rogério Micale, que foi campeão olímpico com a seleção brasileira em 2016, mas não durou mais do que 13 partidas no Atlético. Em 2017, foram cinco vitórias, três empates e cinco derrotas antes da demissão do treinador, que havia chegada com a credencial de ter trabalhado nas divisões de base do clube no passado.

“Ele conhece a gente e vai se preparar para conter nosso ímpeto dentro do Independência. Vamos ter de superar tudo isso e surpreendê-lo. Mesmo ele sabendo do que pode acontecer, podemos surpreendê-lo, jogando bem, como foi no último jogo, onde jogamos bem, apesar da derrota. Então, é evoluir esse padrão e pressionar a equipe do Paraná para a gente sair com a vitória”, receitou Leonardo Silva.

Já que Matheus Galdezani e Luan, suspensos, não vão poder enfrentar o Paraná, o técnico Thiago Larghi comandou trabalho tático nesta terça-feira com Tomás Andrade e David Terans na equipe titular. Por causa de dores no tornozelo, Victor foi poupado da atividade, mas não deve ser desfalque.

Paraná

O técnico Rogério Micale mais uma vez vai mudar a escalação do Paraná. Enquanto o zagueiro Rayan volta após cumprir suspensão automática, o atacante Carlos fica de fora por ter vínculo com o Atlético Mineiro.

Com a volta de Rayan, Mansur ficará entre os reservas, já que Cléber Reis vai completar a dupla de zaga. Ele foi perdoado por indisciplina antes do jogo passado, quando o time venceu o América por 1 a 0, no estádio Durival Britto. Igor, que atuou improvisado na zaga, volta à lateral esquerda no lugar de Mansur. No ataque, a ausência de Carlos vai ser suprida pela entrada de Léo Itaperuna.

Com 13 pontos, em 18.º lugar, o Paraná tem a chance de deixar a zona de rebaixamento pela primeira vez, dependendo de uma vitória e de uma combinação de resultados.

Ficha técnica 

Atlético x Paraná

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; José Welison, Elias, Tomás Andrade, Chará e Terans; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Rayan e Igor (Mansur); Leandro Vilela, Caio Henrique e Nadson (Alex Santana); Silvinho, Rodolfo e Léo Itaperuna. Técnico: Rogério Micale

Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 25 de julho de 2018, quarta-feira, às 21h

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

Adicionais: Daniel Aloysius Soder (RS) e Roger Goulart (RS)

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close