Esportes

Barcos desencanta, Cruzeiro vira pra cima do Atlético-PR e sobe para 3º no Brasileirão

Foi de virada! Após um primeiro tempo regular e derrota parcial para o Atlético-PR, o Cruzeiro voltou com tudo para os 45 minutos finais, virou o jogo pra cima do Furacão e venceu por 2 a 1, na noite deste domingo, no Mineirão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu para o terceiro lugar no Brasileirão, com 24 pontos. Para se manter no G3 ao fim da rodada, a Raposa terá que torcer contra o Internacional, que está um ponto atrás e joga contra o lanterna Ceará, nesta segunda-feira, às 20h, no Beira-Rio. Já o Atlético-PR segue na zona de rebaixamento, na penúltima posição, com dez.

Com duas assistências, Robinho foi um dos nomes da partida. Destaque também para o atacante Hernán Barcos, que marcou o gol da virada, o seu primeiro com a camisa celeste. Antes, Arrascaeta balançou as redes para o Cruzeiro pela terceira vez consecutiva tornando-se o estrangeiro com mais gols pelo clube (45), igualando a marca do boliviano Marcelo Moreno.

No primeiro tempo, o Cruzeiro reclamou bastante da arbitragem de Jean Pierre Gonçalves, da Federação do Rio Grande do Sul. No lance que gerou o pênalti no volante Bruno Guimarães, e convertido por Guilherme, a equipe celeste pediu uma falta de Jonathan em Arrascaeta na lateral do campo de ataque da Raposa. Na disputa de bola, os dois caíram no gramado, mas o uruguaio teve o pé puxado pelo lateral do Furacão quando tentou se levantar para recuperar a bola.  Como o árbitro mandou o lance seguir, a jogada terminou dentro da área do Cruzeiro com Bruno Guimarães derrubado por Dedé.

Além disso, o auxiliar Lúcio Biersdorf Flor assinalou um impedimento de forma equivocada aos 20 minutos do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 0 a 0. Robinho recebeu passe na área e tocou para Barcos completar para as redes. Mas o bandeira viu o meio-campo celeste em posição irregular. No entanto, o jogador da Raposa estava na mesma linha.

Na etapa final, o Cruzeiro desperdiçou várias oportunidades para empatar, uma delas com Arrascaeta, que recebeu cruzamento na área e, livre, chutou de primeira para fora.

Contudo, o uruguaio mostrou que voltou com tudo da Copa do Mundo. Robinho recebeu passe de Rafinha na intermediária de ataque e, de primeira, achou Arrascaeta na área. O camisa 10 se jogou na bola e cabeceou para o fundo do gol, aos 20 minutos.

Aos 35, foi a vez de Barcos balançar as redes. Após cruzamento de Robinho, o ‘Pirata’ dominou e bateu forte para o gol decretando a virada celeste no Mineirão.

Na próxima rodada, o Cruzeiro interrompe a sequência de partidas em Belo Horizonte e vai até São Paulo para enfrentar o Corinthians, quarta-feira, às 21h45, em Itaquera. Já o Atlético-PR volta a campo na quinta, às 19h30, contra o Peñarol, na Arena da Baixada, pela Copa Sul-Americana.

Cruzeiro 2 x 1 Atlético-PR

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Marcelo Hermes; Lucas Romero e Lucas Silva (Rafinha); Robinho, Thiago Neves (Raniel) e Arrascaeta; Barcos (Bruno Silva). Técnico: Mano Menezes

Atlético-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Bruno Guimarães (Matheus Rossetto), Lucho González, Guilherme (Marcelo Cirino) e Nikão (Bruno Nazário); Pablo e Bergson. Técnico Tiago Nunes

Motivo: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 22 de julho de 2018, domingo, às 19h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Guilherme (pênalti – 39’/1º), Arrascaeta (20’/2º), Barcos (35’/2º)

Cartão Amarelo: Guilherme, Bergson, Nikão (Atlético-PR); Edilson (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Lucho González (Atlético-PR)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Biersdorf Flor (RS)
Adicionais: Vinicius Gomes do Amaral (RS) e Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close