Esportes

Sem força ofensiva, Atlético joga muito mal e é derrotado pelo Grêmio em Porto Alegre

No retorno da temporada do futebol brasileiro, o Atlético foi uma caricatura do time que vinha jogando antes da parada para a Copa do Mundo, no mês passado. Em uma atuação muito ruim em Porto Alegre, o time alvinegro acusou as baixas sofridas no elenco – lesões de Adilson e Gustavo Blanco e as saídas de Bremer, Otero e Róger Guedes, negociados –, praticamente não atacou e perdeu para o Grêmio por 2 a 0, nesta quarta-feira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Atlético teve muita dificuldade durante a partida. Encurralado na defesa, a equipe não praticamente conseguiu ficar com a bola e o meio-campo não soube fazer a transição para o ataque.

Dos reforços contratados durante a intertemporada, somente o volante José Welison conseguiu mostrar alguma coisa ao desarmar no meio-campo e ajudar e na marcação na defesa. Chará começou como titular e nada fez até ser substituído por Terans, aos 26 minutos da etapa final, que pouco acrescentou.

Já Edinho, que também iniciou no time principal, sentiu uma fisgada na coxa esquerda após finalizar a gol e deixou a partida aos 33 do primeiro tempo substituído por Denilson, que tentou alguns dribles no ataque, mas foi pouco produtivo.

Os dois gols do Grêmio foram marcados de cabeça. Aos seis minutos do segundo tempo, após escanteio cobrado na primeira trave, o zagueiro Bressan se antecipou e desviou para as redes. No lance, o goleiro Victor ficou reclamando de uma falta de Geromel, mas o árbitro validou o gol.

O Atlético sentiu o golpe e levou o segundo aos 13. A equipe gaúcha cobrou rápido uma falta pelo lado esquerdo da defesa alvinegra, Léo Moura cruzou na medida para André cabecear para o fundo do gol. Mais reclamações do Galo. Os jogadores, que esperavam a formação da barreira, questionaram o árbitro, que não quis saber e apontou o meio de campo.

O que já estava ruim piorou para o Atlético. Aos 25 minutos, Fábio Santos puxou a camisa de Everton dentro da área. O árbitro não viu, mas o assistente adicional que fica atrás do gol viu e avisou. Pênalti para o Grêmio. Mas, para a sorte dos mineiros, Luan mandou na trave e desperdiçou a chance de fazer o terceiro dos gaúchos.

Com o resultado, o Atlético caiu para a terceira posição, 23 pontos, e viu o Grêmio encostar, em quarto lugar, com a mesma pontuação, mas atrás por ter menos vitórias: sete contra seis.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Atlético vai até a capital paulista para enfrentar o Palmeiras, domingo, às 16h, no Allianz Parque. No mesmo horário, o Grêmio encara o Vasco, em São Januário.

Grêmio 2 x 0 Atlético

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura (Marinho), Pedro Geromel, Bressan e Cortez; Maicon (Jailson), Cícero, Ramiro, Luan e Everton; André (Douglas). Técnico: Renato Gaúcho

Atlético: Victor; Patric, Juninho, Gabriel e Fábio Santos; José Welison, Elias, Luan (Tomás Andrade), Chará (Terans) e Edinho (Denilson); Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 18 de julho de 2018, quarta-feira, às 21h45
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Gols: Bressan (6’/2º), André (13’/2º)

Cartão Amarelo: Gabriel, Elias (Atlético); Maicon (Grêmio)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Adicionais: Márcio Henrique de Góis (SP) e José Cláudio Rocha Filho (SP)

Público: 22.063 presentes / 20.311 pagantes
Renda: R$ 637.521,00

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Close
Close