Policia

Homem é preso suspeito de estuprar e matar criança de 5 anos na Grande BH

Corpo da menina foi encontrado na madrugada deste domingo nos fundos da casa do autor detido pelo crime em Vespasiano. Polícia Civil informou que há elementos suficientes para prisão em flagrante por estupro de vulnerável e homicídio

Um crime bárbaro chocou e revoltou moradores de um bairro de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, neste domingo. Uma criança de 5 anos foi encontrada morta dentro de uma casa no Bairro Nova Pampulha. Há indícios de que a menina foi estuprada antes de ser assassinada. Um homem de 35 anos, que era vizinho da vítima, foi preso apontado como o autor do crime.

O assassinato aconteceu entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo. A mãe da criança saiu para trabalhar e a deixou com uma cuidadora, que já olhava a garota há pelo menos dois meses nos momentos em que a mãe não estava. Porém, a avó da criança resolveu ficar por um tempo com ela e a levou para um bar bem próximo de casa. Nesse momento, quando as duas estavam no bar, a mulher pediu que a neta fosse em casa buscar um isqueiro para fumar um cigarro.

A criança foi em direção a residência, mas demorou a voltar. Por causa disso, segundo relatos da mulher à PM, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados. Uma testemunha informou que avistou a menina junto com um homem que mora próximo a casa dela.

Os militares foram até a casa do homem, identificado como Nei de Oliveira Brum, de 35 anos. Lá, a mulher dele informou que o companheiro havia chegado em casa com a roupa suja de fezes, e que ele tomou um banho e saiu. A residência foi vasculhada pelos militares e nos fundos do quintal o corpo da menina foi encontrado. Também foram achadas roupas da vítima no imóvel.

Buscas foram feitas na região e o homem acabou preso. Ele foi encaminhado para a delegacia. De acordo com a Polícia Civil, o delegado de plantão informou que há indícios suficientes para ratificar a prisão em flagrante por estupro de vulnerável e homicídio. Laudos periciais estão sendo realizados pelos investigadores. A Polícia Civil não informou o teor do depoimento do autor.

Depois que a informação sobre o crime se espalhou pelo bairro, houve revolta da população local. Algumas pessoas foram para frente da casa do suspeito e chegaram a depredar o imóvel. Móveis foram retirados e queimados na rua. A Polícia Militar (PM) confirmou que precisou enviar uma viatura para o local para conter a ação.

 

Fonte: Estado de Minas www.em.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close