Saúde

Dores de cabeça causadas pela TPM podem ser prevenidas; saiba como

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 90% das mulheres em todo o mundo sofrem com alguma manifestação da Tensão Pré-Menstrual (TPM). Os sintomas da TPM variam muito, mas os principais são irritabilidade, ansiedade, sensibilidade emocional, dores abdominais, dores de cabeça, inchaço nas mamas, retenção de líquido e até insônia.

Estudos mostram que alguns tipos de dor de cabeça são mais comuns nas mulheres por causa dos hormônios e do ciclo menstrual. Como a questão pode ser hormonal e ginecológica, as mulheres que sofrem constantemente com enxaqueca devem procurar um médico ginecologista para expor a situação e, se for o caso, buscar indicação de um outro médico especialista para tratar das dores no local.

A médica Márcia Cristina França Ferreira, membro da Associação dos Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais, detalha que é comum a mulher sentir dores de cabeça durante a TPM.

“Algumas dores de cabeça têm origem em fenômenos vasculares e os vasos sanguíneos sofrem efeitos dos hormônios sexuais, se dilatando ou contraindo dependendo da ação destes hormônios. Assim, a cefaleia da síndrome pré-menstrual e a enxaqueca associada ao ciclo menstrual podem ocorrer em determinadas fases devido a estas variações hormonais” explica.

É possível prevenir e aliviar as dores de cabeça por causa dos hormônios: ‘Basta usar contraceptivos que inibem as variações de hormônios do ciclo, podendo mesmo deixar a paciente sem menstruar. Podem também ser usados outros medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e até antidepressivos”, esclarece a médica.

De acordo com ela, para ficar livre da enxaqueca causada pela TPM uma solução é usar métodos que interrompem os ciclos. A outra seria uso de medicamentos preventivos. É importante fazer um alerta: “O uso do anticoncepcional pode estar associado às dores de cabeça. Mas a principal preocupação na questão do uso do contraceptivo em mulheres com enxaqueca é o aumento do risco de trombose propiciado pelas pílulas”, ressalta a médica.

Sofrimento 

A auxiliar de serviços gerais Neuza Oliveira da Silva, 51 anos, diz que depois de ter entrado na menopausa a enxaqueca desapareceu. “Sofri mais de trinta anos com enxaqueca. Depois que parei de menstruar por causa da menopausa, nunca mais tive aquelas dores de cabeça insuportáveis”, afirma.

 

Fonte: Itatiaia  www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close