Educação

Importância da doação de sangue é ressaltada no ‘Junho Vermelho’

No mês de junho a cor vermelha serve para conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. Nesta época do ano, por causa do frio, é comum intensificar as campanhas para captar doadores de sangue e minimizar a queda de 20% a 30% nas doações provocada por doenças respiratórias.

“As pessoas que tiverem resfriado devem aguardar sete dias para fazer a doação de sangue. Já as pessoas que tiverem alguma doença respiratória que necessite do antibiótico para tratar devem esperar cerca de 15 dias”, explica a assessora da gerência de captação de doadores da Fundação Hemominas, Viviane Guerra.

Em Minas Gerais, a Fundação Hemominas é responsável por 95% da demanda hemoterápica (transfusão de sangue e outros procedimentos que necessitam do sangue ou de algum componente). A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que para atender a demanda de sangue no mundo são necessários que de 3% a 5% da população doem sangue regularmente. No Brasil, apenas 1,8% da população faz doações; em Minas 2% dos mineiros doam sangue com frequência, índice ainda abaixo do recomendado pela OMS.

Para doar sangue, o agendamento pode ser feito pelo site da Fundação Hemominas, pelo telefone 155 ou pelo MG APP, aplicativo de celular do governo de Minas.

REQUISITOS PARA DOAR SANGUE:

– Ter e estar com boa saúde;

– Idade entre 16 e 69 anos. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou ter autorização por escrito;

– Homens podem fazer doações com intervalos de 60 dias, ou seja, quatro vezes por ano;

– Mulheres podem fazer doações com intervalos de 90 dias, ou seja, três vezes por ano;

Outras dúvidas em relação à doação de sangue podem ser esclarecidas pelo telefone 155.

 

Fonte: Itatiaia www.itatiaia.com.br

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close