Esportes

América pressiona, marca no fim e derrota o Botafogo

Com o triunfo por 1 a 0, o Coelho chegou aos dez pontos e subiu para a quinta colocação no Campeonato Brasileiro

Apesar de o jargão “caiu no horto tá morto” ser de propriedade da torcida do Atlético, neste ano, quem faz jus a essa frase é o América, que tem feito do Independência um verdadeiro alçapão para os seus adversários. Mais uma prova disso aconteceu na tarde deste domingo (20), quando o Coelho derrotou o Botafogo por 1 a 0, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com uma atuação sólida defensivamente e de muita luta do meio para a frente, o América não correu riscos, e, sempre que teve a posse da bola, trabalhou de forma inteligente para tentar furar a bem postada zaga botafoguense, e após muita insistência conseguiu marcar seu gol. Após ótima jogada individual de Rafael Moura, que rolou para o volante Juninho, livre, marcar de biquinho aos 32 minutos do segundo tempo.

Com o resultado o América chegou aos 10 pontos e subiu para a quinta colocação na tabela de classificação, enquanto o Botafogo caiu para nono, com oito pontos.

Na próxima rodada, o América recebe o São Paulo, novamente no Independência, domingo (27), às 19h. Antes disso, na quarta-feira (23), às 21h45, o Coelho tem o jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, no Allianz Parque – na primeira partida, os paulistas venceram por 2 a 1. Já o Botafogo recebe, também no próximo domingo, o Vitória, no Engenhão, às 16h.

O jogo. Jogando em casa, o América começou pressionando o Botafogo, e, até a metade do primeiro tempo foi quem criou as melhores oportunidades de gols, porém, parou ora em Jefferson, ora nos erros dos próprios atacantes que finalizaram mal.

Depois dos 30 minutos iniciais, o Botafogo igualou a disputa pelo meio-campo e cresceu na partida, tanto é que teve a melhor chance do primeiro tempo, primeiro com Brenner obrigando João Ricardo a trabalhar, e depois, no rebote, com Renatinho que chutou em cima do zagueiro Messias.

No segundo tempo, os dois técnicos mexeram em seu times, mas a toada da partida manteve a mesma, com o América superior e tentando furar o bloqueio do Botafogo, até que aos 32 minutos, na única grande chance da etapa complementar, o Coelho marcou o gol da vitória, com Juninho, aproveitando passe de Rafael Moura.

Fonte: O Tempo

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close