Não às reformas

0
27

Pimenta promove Ciclo de Debates sobre a Reforma da Previdência

Os projetos de reforma previdenciária e trabalhista, propostos pelo Executivo e que estão em análise no Congresso, estão sendo discutidos em um ciclo de debates proposto pelo deputado Geraldo Pimenta, que é radicalmente contra os projetos, pois, em sua opinião, retiram direitos dos trabalhadores. O encontro já aconteceu em Betim e em Piranga. Pimenta vai viajar ainda por cerca de 12 municípios levando este debate.

Para o deputado, “a reforma da Previdência, a reforma trabalhista, o congelamento de gastos sociais são mais outro golpe contra os brasileiros, aplicado pelo governo Temer. Congelar por 20 anos os recursos financeiros federais destinados ao SUS, além de desmontar a rede de proteção social do país é condenar à morte milhares de brasileiros. O País está renunciando seu futuro ao sacrificar a saúde e a educação no ajuste fiscal”, enfatiza. “Por isso, é importante discutir com a população os efeitos da proposta sobre a sociedade mineira, bem como produzir subsídios para que ela possa se posicionar adequadamente perante a reforma”, salienta Pimenta.

Assim como a previdência, a saúde e a educação são setores que vão amargar as consequências dessa medida. “Na área da saúde todo o avanço no que diz respeito à produção de vacinas, realização de transplantes, combate à endemias, parece nos escapar pelas mãos. Não haverá mais recursos para continuar realizando tais procedimentos. E, como sempre, os mais pobres é que pagarão a conta. Quem é que vai conseguir trabalhar até os 65 anos de idade e 49 anos de contribuição para se aposentar? Existem outras formas de se realizar uma reforma fiscal. Nós defendemos que as grandes fortunas sejam taxadas, como forma de resolver o subfinanciamento da saúde e os males sociais”, destaca o deputado.

O Ciclo de Debates é realizado às segundas-feiras e está previsto para acontecer também nas cidades de Raposos, Igarapé, Bicas, Ibirité, Juatuba, Três Marias, Belo Horizonte, Santa Luzia, Rio Manso, Mateus Leme, Contagem e Gouveia.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA